Desde 2002

Seu Guia para Viajar, Trabalhar, Morar ou Estudar na Austrália

Austrália

Home  Mapa do Site   Anunciar

  English
  Español
Austrália Cidades Estudar Turismo Trabalhar Onde ficar Vistos Diversos
Tópicos Onde ficar:
  Alugar Imóveis
  Comprar Imóveis
  Albergues
  Au Pair
  Bed & Breakfast
  Caravan Parks
  Farmstay
  Homestay
  Hotéis e Motéis
  Imobiliárias
  Para Estudantes
  Para Imigrantes
  Dicas Acomodação
  Perguntas/respostas

 

 

Link Patrocinado

Acomodação
p/ Turistas
na Austrália

Sendo o Turismo uma das maiores fotes de renda da Australia, existe acomodação para Turistas em grande quantidade e com preços bem variados. Todas as cidades têm uma gama enorme de ofertas desde para mochileiros até para os mais exigentes dos mortais. Dependendo da cidade e da época do ano, (ou se estiver acontecendo um evento especial)fazer uma reserva ou tal do Booking é fundamental. O turista que quiser viajar a Austrália por conta própria, o tipo de viajante independente, não terá maiores problemas para encontrar opções boas e baratas. Muitas nem mesmo figuram em folhetos turísticos ou até mesmo na Internet. Aliás, por falar em Internet, essa é uma das melhores maneiras de se pesquisar preços nas diversas cidades Australianas. Basta digitar "Accommodation" seguido da cidade, seguido de Australia, que vão surgir dezenas, senão centenas de sites online com todos os tipos de acomodação. Só que tem dois problemas nesta pesquisa: o primeiro é que muitas vezes não se conhece o bairro (ou local), e isso pode se transformar numa verdadeira "roubada". Já aconteceu de reservarmos uma acomodação barata com uma vista linda. Ao chegar, descobrimos o porquê de tal vista custar tão barato. O motivo era que o hotel ficava numa ladeira super íngreme e que não acabava nunca. Era horrível de descer, quanto mais de subir. Ainda por cima era longe de tudo, com a birosca mais perto a mais de 3 km. Um outro problema sobre reservas pela Internet, é confundir bairros com nomes similares, e acabar hospedado no fim do mundo ao invés de no "point certo". Tem que ter atenção, e perguntar tudo por email antes de fechar (melhor ainda que e-mail é poder ligar e perguntar estes detalhes por telefone).

Uma coisa importante a saber,  é que realmente o melhor lugar para pegar a dica certa são os postos de informações turísticas de cada cidade. Eles são empresas privadas com franchise, e recebem comissões de toda a cadeia de hospitalidade da área. Por isso as informações e os serviços são grátis, e lá você poderá pegar toneladas de folhetos turísticos sobre o local. Você pode chegar lá ou telefonar e simplesmente dizer ao recepcionista que está procurando uma hospedagem em tal lugar, perto de tal praia, e que está disposto à pagar até tanto pela diária. Eles consultam o computador e te dão as opções. Se gostar de alguma, eles ligam para o estabelecimento e fazem uma reserva para você na hora. Consideramos uma das melhores alternativas para se hospedar em cidades que desconhecemos, pois nunca demos com os burros n'agua ficando num local que desagradou. 

A mais barata de todas as acomodações seria um ficar num camping, custando a partir de A$ 4 por dia num Parque Nacional. Campings privados custam cerca de A$ 8 por dia, e têm altíssimo nível com bastante conforto. Em seguida vem o Albergue, onde dorme-se em camas em quarto comunitário (sendo que alguns oferecem opções individuais ou de casal). São bastante populares entre mochileiros, principalmente Europeus e Americanos e a diária fica em torno de A$ 20. Os Motéis vêm em terceiro lugar, e são em nossa opinião melhor que hotéis pois em geral oferecem mais espaço nos quartos. A diária custa a partir de A$ 65 e vai até A$ 120. Os Hotéis começam à partir de A$ 80 e vão até o infinito. Os chamados Resorts, também existem em grande número em locais turísticos , inclusive em ilhas da Barreira de Corais, sendo uma excelente escolha para quem procura mais luxo ou facilidades, porém prepare o bolso.

Preços variam muito não só devido a baixa ou alta estação, mas também por quanto popular e turístico o local está no momento. Por exemplo: no centro da Austrália, em Alice Springs, o preço da hospedagem é tão alto como a temperatura do local. Por pouco não fomos dormir nas areias do deserto porque não encontramos nada que meu cartão de crédito concordasse, sem se enfartar. Locais muito badalados como Alice Springs, Whitsundays, Arllie Beach, Port Douglas, Noosa, e outros que atraem abonados da Austrália e de outras partes do mundo, têm normalmente preços que chegam a ser o dobro do que se pagaria em qualquer outro lugar.  Infelizmente não há como escapar de pagar mais para se conhecer esses lugares que realmente são espetaculares. Mas locais com grande procura, sempre é possivel achar pelo menos um backpacker para os mais duros. Algumas firmas de turismo combinam pacotes de passeios com acomodação (e pode se escolher dormir num camping até num hotel de luxo) e outros menos flexiveis tem que se ficar aonde indicam.

Dica 1: Estabelecimentos gerenciados por Asiáticos tem um bom jogo de cintura na negociação dos preços de hospedagem, principalmente se for por muitos dias.

Dica 2: Algumas companhias aéreas na Austrália estão oferecendo umas promoções bem atraentes de passagens com hotel, e vale a pena checar o website delas (mas atenção pois muitas têm restrições da época de viajar).

Outras acomodações que estão cada vez mais interessando turistas, são hospedagens em fazendas, e o Bed & Breakfast. Hospedar-se numa houseboat (barco-casa) tem um número enorme de adeptos australianos e do mundo. O único detalhe é que precisa estar viajando em grupo para dividir o custo, senão fica caro demais. Algo em torno de A$ 1000 (ou mais) por semana, dependendo do tamanho do barco e do tempo do aluguel, mas é uma experiência única.

Barco-casa ou Houseboat

Google Web Portal

 

 

 

 

 | Termos de uso Privacidade | Quem somos | Consultoria | Curriculum Vitae | Anunciar | Contatos |

© Portal Oceania.com - Todos os direitos reservados - É vetada a reprodução de textos e fotos sem autorização.