Desde 2002

Seu Guia para Viajar, Trabalhar, Morar ou Estudar na Austrália

Austrália

Home  Mapa do Site   Anunciar

  English
  Español
Austrália Cidades Estudar Turismo Trabalhar Onde ficar Vistos Diversos
Tópicos Estudar:
  Guia de Cursos
  Sistema de Ensino
  Escola Secundária
  Estudo de Inglês
  Estudo Vocacional
  Reconhecimentos
  Custos de Estudar
  Como se Aplicar
  Cursos p/ Imigrar
  Agentes de Estudo
  Possíveis Problemas
  Estudar F.A.Q.

 

 

Link Patrocinado
Universidade
na Austrália

Poucos países do mundo tem um setor tão forte em pesquisas a nível de pós-graduação quanto a Austrália. Se você sair perguntando para os melhores acadêmicos onde está o "mais fera" nessa ou naquela área de estudo, você irá se surpreender com a quantidade de respostas que apontarão uma pessoa na Austrália, como o melhor. Universidades na Austrália em sua maioria são do governo, e não são grátis para um australiano estudar (domestic student), porém existe um crédito educativo chamado HELP. Esse crédito concedido só para australianos, consiste no governo pagar o curso todo à vista, e o estudante ao se formar, e só quando estiver trabalhando, começará à pagar de volta, usando entre 4 e 8 % do salário. A percentagem depende de quanto a pessoa vai ganhar, e ganhando-se menos que A$ 36 mil por ano, não se paga nada. A maior alíquota (de 8%) é somente para quem ganhar acima de A$ 65 mil anuais. Bolsas de estudo são muito poucas, principalmente para estudantes internacionais, e são distribuídas em número limitadíssimo para poucos países. Em tempo, na Austrália grande parte os australianos abreviam o nome de Universidade para somente "UNI".

Existem aproximadamente 40 universidades na Austrália, a maioria de altíssimo gabarito e cada qual com um ou mais destaque em determinada área de estudo. Existem também universidades com cursos intensivos, ou seja, ao invés de levar digamos, 4 anos para se formar, a pessoa pode fazê-lo em somente 2. Isso é conseguido às custas de férias mais curtas, e mais horas/aula por semana. Essa modalidade é popular dentre os Australianos, pois o mercado em certas áreas anda carente, e sendo assim, porque esperar 4 anos se em 2 anos a pessoa já poderá estar empregada e ganhando muito bem. As Universidades Australianas atraem grande contingente de estudantes Internacionais por vários motivos diferentes. Um deles, alem da alta qualidade de ensino, é pelo fato do Dolar Australiano ser bem mais barato que o Americano, e mais ainda em relação ao Euro. Outro motivo, é pela oferta de universidades em número suficiente em alguns países asiáticos, como é o caso da China. Por isso não se surpreenda se na universidade que você for estudar encontre 7, 10, 12 mil ou mais, estudantes internacionais. 

Nota do autor: Outro motivo bastante importante, deve-se à excelente especialização de certas universidades Australianas em assuntos que a pessoa não encontra no país de origem. Como exemplo, posso citar o caso de um primo, que com um Mestrado em Biologia do Pantanal de Mato Grosso, foi encontrar em Queensland na Austrália, o melhor Doutorado sobre Meio Ambiente (Pantanal) no mundo.

Estudar  em uma universidade australiana é muito fácil. Claro que o primeiro requisito além de um bom nível de Inglês, é que a pessoa tenha grana para pagar (o pagamento é efetuado semestralmente). No Inglês, a pessoa tem que ter geralmente uma nota 6.5 num teste IELTS (ou equivalente no TOFEL) ou provar para a UNI que tem nível de Inglês suficiente. Note que em certos cursos como Direito, Medicina, Odontologia, e alguns outros, o score tem que ser 7.0 ou mais. O segundo passo, é traduzir o histórico escolar com Tradutor Juramentado, e enviar cópias autenticadas para a avaliação da universidade, acompanhado do formulário e a taxa, que gira em torno de A$ 50. (O histórico tem que especificar claramente cada matéria estudada com horas/aula descriminadas para cada matéria). Para quem já está cursando uma Universidade, basta o histórico da Universidade, e para que acabou ou está acabando o Segundo Grau, o histórico tem que abranger todo o período de Segundo Grau, + certificado de conclusão mas em geral preferem quem já esta no primeiro ano da Universidade. 

Dica 1: Se já tiver terminado o segundo grau e não tiver ainda entrado numa Universidade no seu país de origem, é possível fazer o que chamam de ponte, ou Pathway, você entra num curso Técnico ou TAFE que só precisa de IELTS 5.5 ( e que é mais baixo que o Universitário exige) e depois de concluido o diploma de 1 ano e se ele tiver convênios com a universidade escolhida e com o curso, poderá entrar direto no segundo ano da universidade, sem precisar de testes.

Para quem não acabou ou abandonou os estudos, ainda tem chances de entrar para uma universidade na Austrália, desde que tenha uma base razoável de Inglês, e efetue com resultados satisfatórios, o curso chamado "Foundation" que é oferecido pela maioria das universidades. Esses cursos tem duração aproximada de um ano, e ao terminá-lo com sucesso, a pessoa poderá cursar a universidade. Cada UNI tem um critério diferente de aceitação, que pode depender também do tipo de curso a ser realizado. Umas unis são mais rígidas na burocracia de admissão, outras menos.

Dica 2: Se vier estudar Inglês na Austrália e tiver intenções de talvez continuar seus estudos numa Universidade, traga já para Austrália seu Histórico Escolar já Traduzido Juramentado e cópias autenticadas, isto vai facilitar muito! 

Dica 3: Se vier estudar na Uni na Austrália e precisar Inglês, pode fazer uma aplicação chamada "Pacote", recebendo 2 COEs, uma para Inglês e outro para Universidade, cobrindo o visto o período total de estudo, sem precisar mudar de visto ou renovar. Isto pode ser feito se o curso de inglês tiver convênio com a Universidade ou se for da própria universidade. Representa uma grande economia $$ no valor da renovação visto de estudante e até no valor do teste IELTS, pois a entrada em geral é direta, sem necessidade de testes.

Dica 4: Quando escolher suas matérias para um curso Universitário ou de Pós, os estudantes internacionais podem escolher de fazer 3 que é o  mínimo (o standard são 4 matérias). Como o preço do semestre é baseado no número de matérias, o preço do semestre fica menor e com mais tempo para estudar. Mas o tempo total de estudo fica mais longo. 

Muitas Universidades Australianas possuem acordos de reconhecimento de matérias com universidades brasileiras e de muitos outros países. Isso quer dizer que muito do que você já estudou na Uni de seu país, deverá ser aceito como matérias concluídas na Austrália ( são créditos). No entanto, matérias que não fazem parte do Curriculum de seu país, provavelmente serão solicitadas que você as faça na Austrália.  Ao se graduar numa universidade na Austrália a pessoa recebe o título de "Bachelor". A maioria das Instituições fornecem oportunidade de combinar duas qualificações, ou seja, você poderá terminar uma universidade com um” Double Degree”, que significa uma graduação com duas qualifcaçõs, fazendo-se apenas mais 1 ano de estudo. Exemplo: uma Graduação em Administração e TI, total 4 anos de estudo. No caso, seu título será "Bachelor in Business and IT".

Sistema de cursos na Uni na Austrália: As Universidades  da Austrália tanto do governo como privadas oferecem programas dentro do sistema nacional integrado de ensino AQF e basicamente são chamados de “Under Graduate” ou seja o curso Universitário, e o Pós Graduação é chamado de “Graduate Program ou Post Graduate”. Em geral o tempo de duração dos Certificados = 6 meses, Master = 1 ano, Master Honour = 1.5 ano, Doutorado = 1 a 2 anos. Dependendo do número de matérias completadas, receberá um "degree" ou título. Por exemplo estudando  4 materias terá o Certificado e estudando outras 4 matérias (mais 6 meses), pode-se ter o Master. 

Curso de Pós Graduação  ( Graduate)

Matérias

 

certificado

6 meses

4

 

master

1 ano

4

4

 

master w/ honour

1 .5 ano

4

4

4

doutorado

1 a 2 anos

 

 

 

Para Mestrados e Pós-Graduação o procedimento para cursá-los é requerido ter o diploma superior. Se sua universidade tiver convênio com a UNI Australiana, o processo é praticamente automático. Caso contrário, uma tradução do seu grau (diploma) incluindo matéria cursadas e horas/aula é solicitadoe comprovante do nivel de inglês.  O chamado "Assessment" é efetuado individualmente por cada universidade, com exigências diferentes por parte de cada uma. Existem até mesmo universidades que aceitam estudante para mestrados sem o mesmo ter completado um curso universitário, bastando o interessado demonstrar experiência de trabalho numa determinada área. O MBA exige em geral experiência de trabalho de 1 ou 2 anos, mas a dica nesse caso é que existe o MBI- Master Business International que é igual ao MBA e não exige experiência.

O estilo de ensino na Universidade é diferente de muitas outras em outros países. Na Austrália assistir a aula para aprender algo novo, cada vez tem sido menos usado. Ao invés, o professor manda você consultar um determinado assunto na Internet ou num livro ( nas UNIs Internet é grátis para os estudantes), e a aula serve somente para tirar dúvidas sobre aquilo que você estudou. Funciona ao contrário, primeiro você pesquisa e estuda, e na UNI basicamente debate o assunto. A quantidade de "assignments" que são os trabalhos escritos sobre um determinado tópico é muito grande, pois ao invés de lhe mandarem estudar, mandam você escrever sobre o que estudou/pesquisou. Cursos de Mestrado e Pós são quase inteiramente nessa base, e quase que não se tem aulas mas sim debates. Muitos cursos de pós graduação são ministrados em salas especiais como por exemplo em um Laboratório, ou em teatros com apresentações em Power Point. Em Doutorados praticamente só se pesquisa, e a quantidade de assignments à fazer é gigante. Não há monitoramento de frequência às aulas, mas supervisão e apresentação de trabalhos efetuados.

Trabalho para Estudantes Universitários, além das 20 horas de trabalho permitidas pela imigração, e possivel trabalhar expediente integral durante as férias e intervalos. Se vier acompanhado com a família, esposo ou esposa, eles poderão solicitar permissão de trabalho e podem trabalhar.

Requisitos para estudar numa Universidade: Os critérios para a matrícula numa instituição Universitária variam, dependendo da instituição. Geralmente além de todos documentos terem uma Tradução juramentadas e cópias certificadas dos documentos oficiais, você deverá apresentar:

  • Evidência de conhecimento do inglês ( todas irão exigir).

  • Evidência para estudar neste nível, tal como:

  • Ter terminado o High School  na Australia ou NZ.

  • Evidência de uma qualificação similar reconhecida pelo NOOSR Australiano (reconhecimento de aptidões estrangeiras).

  • Já ter feito pelo menos 1 ano numa universidade.

  • Fazer um curso na Australia chamado Foundation de 6 meses a 1 ano que irá garantir entrada na Universidade.

  • Fazer um curso técnico que tenha acordo com a Universidade.

Avaliação da Universidade:  Você pode fazer um curso Universitário em qualquer Universidade no seu país (mesmo que ela não tenha acordos com as Universidades Australianas) e vir à Australia para fazer uma Pós Graduação. É possível obter reconhecimento educacional   submetendo o currículo à Universidade. A instituição o avisará se as suas qualificações na sua Universidade  são ou não válidas e o quanto de crédito poderá receber (crédito significa matérias ou tempo de estudo e não dinheiro). Os documentos deverão estar em Inglês traduzido por tradutor juramentado e enviado cópias autenticadas (original não serve!) e custa em geral A$50 , levando algumas semanas para saber o resultado. Uma outra maneira de ser admitido numa universidade Australiana (dependendo do curso), é por uma avaliação do seu CV e cartas de recomendação. Pode ser que a instituição considere que você pode satisfazer os requerimentos do curso. A avaliação é baseada nas qualificações educacionais, experiência de vida e experiência de trabalho. Esta opção é conhecida como "RPL" ("Recognition of Prior Learning", ou reconhecimento dos estudos já completados).  Esta qualificação é feita no  NOOSR Australiano (relatório do Departamento Nacional p/ o Reconhecimento de Aptidões Estrangeiras) e os contatos podem ser obtidos na embaixada.

Orientação nas Universidades: Em geral programas especiais de orientação são no início do semestre, e são oferecidos para os estudantes internacionais e Australianos. Estes programas são com freqüência obrigatórios. O programa provavelmente estará incluido as boas-vindas, avisos sobre o curso e matrícula, uma introdução à vida universitária (serviços estudantis, normas e procedimentos e os direitos do estudante), reconhecimento do campus da universidade e informações sobre a vida na Australia. Para estudantes internacionais um passeio à praia ou para algum outro lugar também poderá estar incluido. É uma boa oportunidade para conhecer outros estudantes estrangeiros e as pessoas que trabalham no escritório internacional da instituição.

Duração do Curso Universitário na Austrália: Um curso universitário geralmente leva três anos, e pode ser feito em apenas dois anos em algumas universidades com menos férias. Se fizer um Double Degree ou seja um diploma com duas Graduações em geral a duração será de 4 anos. Terminando a Universidade, você pode fazer um Diploma de Pós Graduação, um Mestrado ou Doutorado. Muitos estudantes internacionais nesta fase trazem a família (esposa e filhos) e existe vistos na imigração para estes acompanhantes, assim como permissão de trabalho. 

Férias nas Universidades Australianas:  As férias variam de acordo com o sistema de semestres que a universidade adota. O ano letivo da Universidade em geral começa no fim de Fevereiro ou começo de Março com uma semana de orientação, e termina em Outubro ou Novembro. As Universidades com menos férias tem em geral 3 semestres por ano.

Consulte nosso Guia de Cursos para conhecer algumas Universidades que oferecem cursos para estudantes internacionais na Austrália.

Mary Help veio estudar na Austrália e tornou-se uma especialista em acupuntura.
Google Web Portal

 

 

 

 

 | Termos de uso Privacidade | Quem somos | Consultoria | Curriculum Vitae | Anunciar | Contatos |

© Portal Oceania.com - Todos os direitos reservados - É vetada a reprodução de textos e fotos sem autorização.