Desde 2002

Seu Guia para Viajar, Trabalhar, Morar ou Estudar na Austrália

Austrália

Home  Mapa do Site   Anunciar

  English
  Español
Austrália Cidades Estudar Turismo Trabalhar Onde ficar Vistos Diversos
Tópicos Turismo:
  Os 10 + destinos
  Distâncias Internas
  Roteiros Turisticos
  Lugares Incríveis
  Alugar Carro
  Viajar de Carro
  Viajar de Ônibus
  Viajar de Trem
  Viajar de Avião
  Viajar em Tours
  A Grande Barreira
  O Outback
  Esquiar na Neve
  Parques Temáticos
  À partir da Austrália
  Dicas de Viagem
  Guia de Atrações
  F.A.Q.

 

 

Link Patrocinado

Parques
Nacionais
da Austrália

Uma coisa que a Austrália tem de espetacular são os Parques Nacionais australianos. Além do cuidado com a natureza e animais, os parques são ultra bem conservados, oferecendo aos visitantes trilhas limpas e muito bem demarcadas e cada parque é mais interessante que o outro. Dependendo do estado e do local, os parques apresentam características únicas e completamente diferentes. Um pode ser só de pedras, como o Geeraween National Park (foto acima), ou só de florestas com cachoeiras, ou ainda com formações interessantes no deserto. Até mesmo a Grande Barreira de Corais é um Parque Nacional, e pode-se acampar em todos eles, desde que se pague uma pequena taxa que varia entre A$ 4 e A$ 7 por noite dependendo do estado.

Não se pode pegar nenhum tipo de souvenir de nenhum parque nacional. Nem uma folha seca, galho, pedra, coral, concha, seja o que for. Tudo tem que ser deixado no lugar que está. Mudar um galho de lugar, pode dar galho ou uma reclamação indignada de um guarda parque ou Ranger, como é chamado. O lixo não pode ser enterrado, mas sim levado de volta, tendo-se certeza que absolutamente nada ficou no local. Madeira para fogueira (caso permitido) bem como as cinzas da dita, tem que ser trazidas e levadas embora. Animais domésticos de qualquer tipo ou espécie, são terminantemente proibidos de serem levados para qualquer parque nacional. O objetivo é simples, e consiste em deixar a natureza intocada com a mínima interferência externa possível de forma que se mantenha o habitat natural. Tem parques que recebem milhares de visitantes a cada ano, e se cada um resolver levar uma lembrancinha, em 20 ou 30 anos esse lugar poderá deixar de existir bem como seus habitantes.

Todos esses parques são repletos de animais, sejam cangurus, marsurpiais, répteis incluindo cobras, centenas de espécies de pássaros, insetos, peixes e crustáceos em rios, e até mesmo Platypus, um raro mamífero que vive nos córregos d'água e que tem um bico igual ao de pato. Ao se andar fora de trilhas, deve-se tomar cuidado para não danificar a vegetação ao redor, sendo que caso o visitante sinta uma súbita pontada na barriga, e necessitar urgentemente lançar um barro, que cave um buraco fundo e depois enterre o seu cheirosinho. Nesse caso lembre que não se pode barrear (mesmo dentro de um buraco) à menos de 50 metros de um curso d'água, pois obiviamente poderá contaminar a fonte com horrorosos coliformes fecais. Geradores de energia ou manter o carro ligado para provê-la, tambem são proibidos em parques nacionais, bem como fazer fogo mesmo para cozinhar com as madeiras do local (mesmo as mortas). Nesse caso, a pessoa deve comprar a lenha na cidade mais próxima, e ao acabar o rango ou miojo com ovo, levar embora tudo o que sobrou da queimada, incluindo o lixo. Dependendo dos períodos de calor ou de baixa umidade no ar, os Rangers podem decretar a fire ban ou proibição temporária de se acender fogueiras, e nesse caso só fogareiros a gás são permitidos.

Alguns parques possuem boa infra-estrutura, com banheiro completo com até mesmo água quente para banho. Caso exista luz elétrica, essa é usada apenas para iluminação nos banheiros, e dificilmente encontra-se uma tomada para conectar um carregador de bateria. Pessoas que forem ficar muitos dias, devem levar pilhas ou baterias sobressalentes, e jamais jogar as velhas no local. Nos parques nacionais, propositadamente não existem latas de lixo, e como falamos antes, a idéia é você levar todo o lixo que gerou para fora do parque, despejando-o numa lixeira na cidade mais próxima. Com isso evita-se que caminhões de coleta façam barulho, e perturbem ou poluam o parque. Em geral os parques nacionais não cobram taxa para visitantes de um único dia (que não vão pernoitar), mas outros sim, para de certa forma controlar a frequência de visitantes. Alguns Rangers ainda aceitam receber o pagamento no local, mas em certos parques pouco frequentados ou distantes, pode não haver como receber dinheiro ou cartões, e por isso a reserva de pernoites e o pagamento deve ser feitos de preferência online. Para cada parque existe um número "X" de visitantes controlado que podem estar visitando o parque num determinado momento. Se o limite for ultrapassado, o Ranger não permite mais a entrada até que alguém saia. Esse limite é revisado anualmente de acordo com o impacto ambiental causado pelos visitantes no ano anterior.

Segue abaixo links para cada orgão estadual que controla os Parques Nacionais de cada estado da Austrália. Nesses sites, você poderá ver a lista de todos os parques que aquele estado controla, bem como saber de mais detalhes sobre cada parque. Na maioria, existe também uma página segura para que a pessoa possa efetuar a reserva e o pagamento referente à estada, usando cartão de credito. Ao pagar, imprima o recibo e ao chegar no parque mostre-o ao Ranger, que irá lhe dar uma cartela numerada para ser afixada em sua barraca. Não se esqueça de levar água e comida suficiente, e dependendo de quanto longe for o parque, uma caixa de primeiros socorros. Repelente de insetos é sempre conveniente levar, mas procure não usar repelente ou protetor solar se for entrar em rios e córregos, para não poluir a água. Deixe para colocar após o banho.

Nota: A foto acima foi feita em Dorigo National Park (NSW) onde um caminho suspenso chamado de Sky Walk, permite o visitante andar perto das copas da árvores sem tocar o solo e danificá-lo. Como esse, existem outros iguais em vários outros parques nacionais na Austrália.

  Não deixe de ver no tópico Lugares Incríveis, várias páginas sobre parques nacionais que visitamos e documentamos. Segue os links para os organismos oficiais dos parques nacionais australianos:

Bom passeio e lembre-se: Só traga de volta muitas fotos, seus pertences, seu lixo, e nada mais.

Agora entendi porque esse Parque Nacional chama-se Rolling Stones. Vem ajudar Luizão!  Rápido, rápido!!!

Google Web Portal

 

 

 

 

 | Termos de uso Privacidade | Quem somos | Consultoria | Curriculum Vitae | Anunciar | Contatos |

© Portal Oceania.com - Todos os direitos reservados - É vetada a reprodução de textos e fotos sem autorização.