Desde 2002

Seu Guia para Viajar, Trabalhar, Morar ou Estudar na Austrália

Austrália

Home  Mapa do Site   Anunciar

  English
  Español
Austrália Cidades Estudar Turismo Trabalhar Onde ficar Vistos Diversos
Tópicos Vistos:
  Visto de Turista
  Visto de Estudante
  Visto de Trabalho
  Renovar Vistos
  Imigrar Australia
  Obter Cidadania
  Agentes-Imigração
  Nível por País
  Dois Passaportes
  Ficar Ilegal
  Vistos-Dicas
  Vistos-Links
  Vistos-F.A.Q.
  Vistos-Noticias

 

 

Link Patrocinado

Visto
Negado
para a 
Austrália

  Atenção: Todas as informações contidas neste tópico servem somente como um guía, e podem estar desatualizadas. O Departamento de Imigração da Austrália constantemente modifica e atualiza suas normas e requerimentos para praticamente todos os tipos de vistos. Para informações corretas e atuais, consulte diretamente o website oficial da Imigração Australiana (em Inglês).

Nas informações que temos de pessoas que tiveram um visto negado pela Embaixada da Austrália, está a falta de suporte financeiro adequado para fazer frente à estada na Austrália. Ou seja, das duas uma, ou a pessoa não comprovou renda suficiente, ou comprovou de forma duvidosa. Um segundo motivo, seria a falta de demostrar vínculos com o país de origem, o que se traduz por uma forte suspeita por parte das autoridades de Imigração de que o candidato pretende  ficar ilegal na Austrália. Ainda um terceiro motivo, é o preenchimento incorreto do formulário de solicitação do visto, com dados incompletos, omissos, ou mentirosos.

Nota Importante: Jamais minta ou omita fatos pessoais para a Imigração Australiana ao responder as perguntas contidas no formulário. Eles investigam as informações, e se for detectado que a informação apresentada não corresponde a verdade, o fato é considerado falta muito grave, sendo necessária uma explicação muito convincente para que seu visto não seja negado.

Fato real: Uma pessoa respondeu no questionário que nunca havia estado fora do país, e no entanto esteve em Londres por 3 semanas. Mesmo tendo alegado que foi o despachante que o aconselhou a responder a questão de forma negativa, e mesmo depois que a imigração ligou para a casa dele pedindo para confirmar sobre o assunto, ele insistiu na mentira, e o visto foi negado. Aliás, alguns chamados despachantes ao invés de ajudar atrapalham. Não sabemos se o rapaz aprontou alguma na Inglaterra, mas o fato é que a imigração sabia que ele havia estado lá e ele insistiu em negar.

Dependendo do motivo pelo qual o visto foi negado, a pessoa  terá que esperar ou não (a critério da Embaixada) para outra aplicação, e em alguns casos por um prazo de até 6 meses, sendo que a taxa do visto não é reembolsável. Também, se você se aplicou para um visto de estudante, e foi negado, por favor não tenha um acesso de raiva e rasgue a carta da Embaixada, pois ela serve para receber o dinheiro pago pelo curso de volta (sim, há casos de gente que rasgou a carta e anda penando para pegar o dinheiro do curso de volta). Ter o visto negado de outros países não significa necessariamente que vai ser negado para a Austrália. Se for  perguntado é melhor falar a verdade e explicar o motivo.

Se aplicando melhor:

  • Tenha certeza de que você tem condições de comprovar renda de no mínimo AU$ 1500,00 por mês ou  A$ 18 000 por ano- valor modificado em 2010) para suas despesas pessoais (fora o pagamento de cursos, passagens aéreas, tours etc). Em resumo, dinheiro para comer, dormir e se transportar). Atenção, eu disse renda, não patrimônio, dinheiro no banco, imóveis, Caderneta de poupança, sua BMW, ou qualquer outra coisa. Renda é aquilo que você recebe garantido todo o mês, podendo inclusive ser o recebimento de aluguéis, ou mesmo uma vaquinha de pessoas com renda constante em sua família (do(s) patrocinador(es) que irão bancar sua viagem). Quanto mais demostrar melhor. O seu patrimônio é só uma garantia extra. Em tempo, a Embaixada da Austrália não é o Departamento da Receita Federal, e não tem nada a ver com seu imposto de renda. Tudo o que se faz necessário, é comprovar renda de forma documentada conforme as exigências que eles fizerem. Pode-se ter um ou mais responsáveis finaceiros pela sua estada na Australia, e estes patrocinadores devem cada um apresentar uma carta confirmando esta responsabilidade e mostrar através de extratos bancarios ou outros, que eles têm recursos para lhe sustentar durante toda o tempo previsto na Austrália.. 

  • Caso Real: Um sujeito vendeu o apartamento, a moto, estava desempregado, não tinha renda, e não estudava há anos. Não era casado, não tinha filhos ou parentes morando próximo, mas tinha US$ 80 mil na Poupança. Queria um visto para estudar na Austrália por 3 meses (tempo mínimo para a categoria Estudante), e o visto foi negado. Isto demostra claramente a necessidade de apresentar vínculos com o país de origem, pois para a embaixada ficou claro que o cidadão não teria o menor motivo para retornar, ou deixar a Austrália após os estudos. Vínculos são coisas que alguém deixou no país de origem (ou em qualquer outro país), e que de alguma forma proporcione ao departamento de Imigração, uma tranquilidade de que a viagem corresponde a intenção do visto, e que ao término, a pessoa teria motivos para não permanecer ilegal na Austrália. Vínculos podem ser considerados por exemplo: matrículas em cursos (no país de origem e na Austrália), ofertas de emprego (ou continuação de um), assuntos de família ou negócios à tocar após o regresso, ou até mesmo uma carta assinada, explicando os motivos pelo qual a pessoa vai obedecer as condições do visto, e deixar a Austrália após o período concedido. O critério de aceite é da Embaixada.

  • Ao se aplicar para um visto para a Austrália, faça-o de forma adequada, com letra clara e limpa, seguindo passo à passo o formulário, e respondendo as perguntas com dados corretos e completos. Faça isso com calma, não tenha pressa em responder logo uma pergunta e passar para a seguinte para acabar o preenchimento mais rápido (fazer um rascunho antes de preencher é uma ótima opção). O que importa, e que tudo esteja respondido corretamente, pois cada pergunta efetuada tem um motivo de ser, e todas as respostas e documentos apresentados provavelmente serão analisados e confirmados criteriosamente pelos oficiais das Embaixadas para a concessão do visto ( veja os requerimentos financeiros exigidos). Muitas vezes uma cartinha acompanhando a sua aplicação, sobre os motivos ou outras informações relativas têm bastante valor e podem ser esclarecedoras para a imigração.

Queimaram o meu filme aí, Sacanagem!

Google Web Portal

 

 

 

 

 | Termos de uso Privacidade | Quem somos | Consultoria | Curriculum Vitae | Anunciar | Contatos |

© Portal Oceania.com - Todos os direitos reservados - É vetada a reprodução de textos e fotos sem autorização.