Desde 2002

Seu Guia para Viajar, Trabalhar, Morar ou Estudar na Austrália

Austrália

Home  Mapa do Site   Anunciar

  English
  Español
Austrália Cidades Estudar Turismo Trabalhar Onde ficar Vistos Diversos
Tópicos Vistos:
  Visto de Turista
  Visto de Trabalho
  Visto Negado
  Renovar Vistos
  Imigrar Australia
  Obter Cidadania
  Agentes-Imigração
  Nível por País
  Dois Passaportes
  Ficar Ilegal
  Vistos-Dicas
  Vistos-Links
  Vistos-F.A.Q.
  Vistos-Noticias

 

 

Link Patrocinado

Visto de
 estudante 
para a
Austrália

  Atenção: Todas as informações contidas neste tópico servem somente como um guía, e podem estar desatualizadas. O Departamento de Imigração da Austrália constantemente modifica e atualiza suas normas e requerimentos para praticamente todos os tipos de vistos. Para informações corretas e atuais, consulte diretamente o website oficial da Imigração Australiana (em Inglês).

Visto de Estudante para a Austrália - A primeira providência para solicitar um visto de estudante para a Austrália, é ter certeza que sua capacidade financeira ou de quem patrocinará a viagem goza de boa saúde bancária. Caso contrário você irá jogar uma boa grana no lixo. Como base, você tem que ter além do dinheiro para o pagamento do curso, no mínimo  valor A$ 18610/ano moficado em  2013 e sobrando para cobrir as despesas de hospedagem, comida e transporte na Austrália (o que na nossa opinião é pouco, e passa raspando na sobrevivência do dia a dia). Para a Embaixada, não interessa se você depois vai arranjar um trabalho para ajudar nessas despesas ou não. O que, eles querem, são garantias documentadas de que você tem esses recursos para o seu sustento. Porém, você pode com o auxílio de múltiplos patrocinadores dentro de sua família, conseguir que cada qual através de uma carta de responsabilidade financeira, e anexando comprovantes de rendimentos, se responsabilizem em bancar seu estudo na Austrália. Por exemplo: patrocinados por seu pai e  por seus avós. Tenha em mente que quanto mais recursos você demonstrar, mais tranquila a embaixada ficará com relação ao seu bem estar na Austrália.

O Visto de Estudante é fundamental para quem quiser efetuar Cursos Full time e por mais de 3 meses podem ser cursos Inglês, Cursos de Segundo Grau, Cursos Técnicos ou Profissionalizantes, Cursos Universitários, e Cursos de Mestrado ou Pós-Graduação. Ou ainda para os que vêm para intercâmbios. A instituição de ensino que você escolher, deverá ter o curso reconhecido pelo Governo Australiano, e ser credenciada para receber estudantes internacionais ou seja ter o número CRICOS. Além disso, uma das condições básicas para o Visto de estudante, é que o candidato tem que estar fazendo um curso com duração mínima de 12 semanas. Algumas instituições pedem o pagamento  do valor relativo às 12/14 semanas (3 meses) de curso em adiantado outras 6 meses pois depende do curso. Menos de 3 meses o visto de turista bastaria.

Nota: Em caso de Visto negado, o aplicante recebe o dinheiro de volta da do curso que se matriculou, menos a taxa de matrícula que não é reembolsável. Por isso é muito importante ler a política de reembolso que em geral é assinada pelo estudante. (obs: algumas escolas podem oferecer diferentes politicas de pagamento). O recibo do pagamento é o chamando COE (confirmation of Enrolment).

Nota: Duração do Visto - Supondo que você cumpriu todas as exigências da Embaixada, e seu visto foi aprovado: Se você pagou 12 semanas de curso, provavelmente irá receber 12 semanas de visto, e mais 1 mês para passear na Austrália após o término do curso. Se pagou 1 ano, recebe 1 ano de visto mais 1 mês de férias. Ou seja, o tempo de duração de seu visto, estará mais ou menos relacionado com o número de semanas pagas e a duração do curso. Mas há exceções: 

  • Exemplo 1:  A pessoa se matricula em um curso com duração de 9 meses e tem que ter duração definida no caso de um curso técnico ou universitário. Paga 3 ou 6 meses de curso caso a instituição aceite o pagamento parcelado (alguns aceitam pagamentos trimestrais ou semestrais). Nesse caso, como a duração total do curso é de 9 meses, o visto provavelmente será dado para cobrir todo o tempo previsto de curso mais 1 mês de férias. 
  • Exemplo 2:  A pessoa se matricula em um Curso de Inglês com duração de 3 meses, e ao mesmo tempo se matricula em um curso Técnico ou Universitário (faz tipo pacote) para iniciar ao término do curso de Inglês com duração de 1 ano. Nesse caso, muitas vezes não haverá necessidade de pagar o segundo curso antecipado, desde que as duas instituições possuam um acordo entre elas endossando o curso uma da outra . No caso de cursos seguidos dentro de uma mesma instituição, fica mais fácil ainda. Conclusão: O Estudante receberá 2 "cartas de oferta de vaga" e dois COEs pagando os primeiros 3 meses somente e/ou uma pequena parte do segundo, e o visto será válido por aproximadamente 1 ano e 4 meses. O segundo COE é condicional ao nível de Inglês.

Nota  Em ambos os casos acima, se o estudante posteriormente falhar em pagar ou completar o curso, o Visto é imediatamente cancelado, e a pessoa tem que retornar para o país de origem.

Passo à Passo de como proceder - O primeiro passo é escolher o curso, escola, e cidade. Em seguida, você deve solicitar da escola uma carta de oferta de vaga (Letter of Offer) fornecendo seus dados e as datas de início e término que pretende. Junto com essa carta, vem as instruções de pagamento que ao efetuar via uma das opções fornecidas pela escola (normalmente Transferência Bancária ou Cartão de Crédito). Após recebido o pagamento, a escola emitirá um recibo oficial chamado de "eCoE" ou vulgo "COE" que quer dizer " eletronic Confirmation of Enrolment". Serão emitidas duas cópias, uma para você, e a outra para a Embaixada. Uma vez que você já tenha preenchido o formulário e reunido o restante da documentação necessária incluindo exame médico, você estará pronto para dar entrada na solicitação de visto 30 dias antes do início do curso. 

Nota 1 Ao fornecer seu dados para a carta de oferta de vaga, certifique-se de solicitar que incluam na fatura o seguro médico obrigatório, e caso necessário, diga para eles se deseja translado do aeroporto, ou providenciar acomodação em homestay para você. Esses serviços, virão descriminados e são cobrados à parte, dentro da fatura.

Nota 2 Ao fornecer seus dados para obter o COE, é muito importante que seu nome esteja absolutamente igual ao do seu passaporte. Muitas vezes quando a escola envia o COE via Fax, o mesmo pode sair meio apagado. Nesse caso, peça para a escola enviar novamente. Se acontecer de novo, o melhor é tentar em outro fax ou por email. O que deve sair bem claramente escrito é : A) O número CRICOS do curso. B) Datas de início e fim do(s) curso(s). C) Seu nome completo escrito corretamente. D) O valor total do pagamento efetuado à escola.

Nota 3 Não dê entrada no pedido de visto para a embaixada enquanto não estiver com toda a documentação em mãos, e saiba que eles poderão solicitar outros documentos durante o processo. Normalmente o pedido para visto de estudante, não é aceito pela embaixada antes de 30 dias da data do início do curso.

Nota 4 Dependendo da categoria do pais pode ser exigido a passagem de volta para o visto de estudante. 

Nota 5: Pessoas que pretendem cursar uma universidade na Austrália tem que apresentar uma determinada nota no exame IELTS, ou seja, tem que ter um nível de Inglês já bem avançado. A maioria das escolas de Inglês também oferecem o curso preparatório para o IELTS ou Inglês Acadêmico, e algumas podem oferecer o pacote de inglês com um curso Universitário ou Técnico que tenha convênio, e até a entrada direta neles sem teste.

Documentos necessários para o visto de estudante.

Você deverá providenciar para o Visto de Estudante:

1-  Visto de Estudante de Inglês  Informação oficial classe ELICOS 570

2- Comprovantes de renda de quem estiver financiando a viagem (imposto de renda, contra-cheques,  pró-labore, Recibo de Pagamento Autônomo (ou o que se aplicar para mostrar a maior quantidade de recursos financeiros possíveis). Se for apresentar declarações contábeis, elas devem ter o selo do Conselho Regional de Contabilidade. Todas as cópias tem que ser autenticadas. Caso esteja empregado, mostre o comprovante de vínculo empregatício. Se for um parente que estiver lhe financiando, precisa de uma carta atestando responsabilidade financeira para com o estudante, além do comprovante de renda.

Nota: esta não é uma carta oficial e serve somente de exemplo. Todas as perguntas devem ser encaminhadas para o dept de imigração.( Se estiver na Austrália a carta deverá ser em Inglês).
Carta de Responsabilidade Financeira
Eu, ____________________(nome), (dizer se é mãe ou pai ou quem for) de Fulano  (nome do estudante), Brasileiro/a, passaporte número XXX, declaro que tenho recursos financeiros suficientes para sustentar (minha ou  meu filho/ neto) _________________, (fulano) durante o período total de estudos e estadia na Austrália. Estou anexando os seguintes documentos de evidência de recursos financeiros ex: imposto de renda, e extrato bancário, carta do contador (se for o caso) e discriminar os documentos anexados. Assinar e datar

3- 3 fotos recentes  5 x 7 (duas para o atestado médico e uma para a aplicação)
4- Vacina contra Febre Amarela. Tomar no mínimo 10/15 dias antes do embarque e pegar a carteira internacional no aeroporto, onde se pode também tomar a vacina lá.
5- Declaração de caráter pessoal assinada, dizendo se já fez serviço militar, ou se já participou de algum treinamento militar em organizações privadas, ou se tem treinamento em explosivos ou bombas (sem essa declaração, o visto não será processado.)
Nota: Se for menor de 18 anos, precisa fornecer o endereço de sua acomodação na Austrália além de uma carta do responsável legal com firma reconhecida, autorizando a viagem desacompanhado.
6- Se for estudante, comprovante de pagamento da última mensalidade ou matrícula.
7- Exames médicos completos com um médico reconhecido pela Embaixada da Austrália.  Veja a relação de médicos credenciados em sua cidade(Pdf file) .  
8- Pagamento da taxa para obtenção de visto de estudante.
9- COE que é o comprovante oficial de ser aceito no curso e ter pago. 

Dica sobre o formulário:   Ao preencher o formulário, existe uma pergunta sobre que nível seu país se situa. Por exemplo Portugal é nível 1, e o Brasil é nível 2 para algumas categorias de curso .  Estudantes de países de nível 3 e 4 poderão ser exigidos maior número de comprovantes financeiros e depósito de valores no banco. Os países de nível 1 podem se aplicar pela Iinternet. Cada curso também é colocado numa categoria, por exemplo Inglês ( ELICOS) é diferente de do curso Tecnico. As categorias chamadas Subclasses do visto de estudante para preenchimento são: 570 - Inglês, 571 - Secundário, 572- Cursos Técnicos, 573- Cursos Universitários, 574 - Pesquisa. 

Como dar Entrada no visto:  Para os brasileiros envie num envelope de SEDEX, para: Embaixada da Austrália - SES Qd. 801 Conj. K Lote 07, CEP 70200-010 - BRASÍLIA - DF." o seu passaporte, o formulário preenchido, as cópias autenticadas dos documentos comprobatórios de situação financeira, as fotos, exames médicos, a carta de oferta de vaga + COE da instituição de ensino Australiana, e um cheque nominal à Embaixada da Austrália, no valor corrente do custo do visto. (incluir dentro do envelope um envelope SEDEX pré-pago e endereçado à você, para retorno dos documentos). O processamento do visto demora entre 5 e 30 dias dependendo da época do ano e do tipo de Visto. Alternativamente você pode usar os serviços de um Agente de estudos ou Agência de estudantes.

Outras regras da Imigração para Cursos na Austrália, e para a manutenção do Visto de estudante, inclui o comparecimento de 80% das aulas. As instituições são obrigadas a reportar periodicamente sua frequência para a Imigração, e um comparecimento inferior ao estipulado pelas autoridades, sem um bom atestado médico, acarreta no cancelamento do visto, e prematuro retorno ao seu país de origem sem direito a reembolso sobre as aulas que perder. Também para estudar na Austrália, o candidato tem que fazer um seguro médico que cubra o período do curso (normalmente as instituições de ensino se encarregam de efetuar esse seguro, que é cobrado a parte). Uma vez que iniciou, um curso, dificilmente poderá trocar de curso, de instituição de ensino, ou de cidade, sem autorização da Imigração, que só autoriza com uma justificativa escrita muito convincente do motivo e com a liberação da instituição que esta estudando, ou em casos muito extremos medicamente comprovados. Também ao mudar de residência na Austrália, você deverá comunicar ao departamento de imigração e a escola, o seu novo endereço.

Para o estudante retirar o Visto de Trabalho Part Time-  O visto de estudante pode vir incluido a permissão de trabalho na Austrália e uma vez que esteja atendendo as aulas, você poderá (se desejar), começar a trabalhar legalmente por até 40 horas por 2 semanas . Nota: Na Australia poderá pedir a renovação do visto de estudante pela internet, e vale para todos os assessment levels ou seja para todos os países. Estudantes para trabalhar devem também tirar o Tax File Number.

Dica: saiba que caso o seu visto venha a ser negado, o valor pago em relação ao curso será integralmente restituido, menos as Taxas, como por exemplo, Taxas de Matrícula, e procura de Homestay (se aplicável). Para isso, guarde a carta que a Embaixada lhe enviou para que o seu agente proceda a solicitação de reembolso, ou se estiver se aplicando diretamente com a escola, envie um Fax contendo a cópia dessa carta, e um pequeno texto em Inglês explicando o ocorrido, além de dar os seus dados bancários para que a escola ou agência possa proceder o reembolso. A taxa do visto NÃO é reembolsável.

 

Pai e filho disputam uma acirrada partida de Xadrez para ver quem vai pagar o custo do visto de estudante para a Austrália. 

Google Web Portal

 

 

 

 

 | Termos de uso Privacidade | Quem somos | Consultoria | Curriculum Vitae | Anunciar | Contatos |

© Portal Oceania.com - Todos os direitos reservados - É vetada a reprodução de textos e fotos sem autorização.