Desde 2002

Seu Guia para Viajar, Trabalhar, Morar ou Estudar na Nova Zelândia

  Nova Zelândia

Home  Mapa do Site   Anunciar

  English
  Español
Nova Zelândia Cidades Estudar Turismo Trabalhar Onde ficar Vistos Diversos
Tópico: Turismo
  Mapa - Ilha Norte
  Mapa - Ilha Sul
  Os 10 mais
  Roteiros Turísticos
  Guia de Atrações
  Distâncias
  Alugar Carro
  Viajar de Carro
  Viajar de Ônibus
  Viajar de Trem
  Viajar de Avião
  Viajar em Tours
  Dicas de Viagem
  Esquiar na Neve
  Parques Nacionais
  À partir da N.Z
  F.A.Q.

 

 

Link Patrocinado

Lugares Incríveis
na Nova Zelândia
Vulcão
Tarawera

  Menu de Lugares Incríveis White Island- Milford Sound - Tongariro National Park - Waimangu Volcanic Valley -  Waitmo Caves - Glaciers  - Raglan - Rangitoto Island- Eastland.

Em 1886 a vida na Nova Zelândia passava calma e tranquila. Toda a região perto da cidade de Rotorua, era composta por pequenas vilas ao redor de lagos cristalinos, habitadas por tribos Maoris e uns Europeus.  A região recebia sempre visitas de personalidades do mundo todo, por causa dos Pink e White Terraces, que eram considerados na época a Oitava Maravilha do Mundo, e também pelas medicinais terapias que lamas borbulhantes e atividades termais da região ofereciam. O Monte Tarawera, simplesmente fazia parte da decoração de um cenário de sonhos e belezas naturais.

O dia 9 de Junho foi como outro qualquer, apesar de um aumento na atividade termal da região. Pequenos tremores de terra também foram notados durante o transcorrer do dia, afinal, isso acontecia de vez em quando, e todos já estavam acostumados. Por volta de 1 hora da manhã, já na madrugada do dia 10 de junho, um forte terremoto acordou a população, que em pânico, saiu de casa para a beira do lago. O que se sucedeu não era esperado. Uma forte explosão, arrancou fora o topo do Mt.Tarawera, e uma língua de fogo se elevou aos céus, tingindo de vermelho toda a região. A erupção do vulcão Tarawera era incessante, e a cratera continuava a vomitar fogo entrando 1 km céu adentro. Nuvens de vapor e fuligem, ofuscavam a vermelhidão do céu e chegavam facilmente aos 10 km de altura. A população perplexa não tinha o que fazer, e estava totalmente à margem dos acontecimentos. Em seguida, com a atmosfera carregada, relâmpagos e trovões rasgaram o céu, e uma chuva ácida começou a cair. Mas nada até então, iria superar o que ainda estava para acontecer.

Por volta das 2 da madrugada, uma segunda explosão aconteceu. Foi tão forte, que foi escutada em Christchurch na Ilha do Sul, à mais de 800 km de distância. De Auckland, distante 250 km do vulcão, moradores pensaram que eram navios em perigo soltando morteiros ou ainda de exercício de tiro noturno. Flashes de luz e relâmpagos, eram visto no céu de quase todas as cidades na ilha do norte, e em Wellington, moradores acharam tratar-se de uma invasão de navios de guerra Russos. Na segunda explosão, todo o tampo do Mt.Tarawera voou pelos ares, e 4 crateras cuspiam fogo para o céu como um dragão enfurecido. O enorme Lago Rotomahana teve seu fundo fissurado, e com a água escoando para as entranhas quentes da terra, explodiu em um único evento. O lago inteiro foi pelos ares, simplesmente desapareceu.

Com a violência da erupção, o Mt.Tarawera rachou em dois, como um queijo fatiado, e continuou a rasgar a terra, formando uma vala de mais de 17 km de comprimento, onde línguas de fogo surgiam como num inferno. Lavas, cinzas e chuva, caíam por toda a parte, e as vilas de Te Wairoa, Te Ariki, e Moura, foram soterradas. Durante o evento 150 pessoas morreram, e centenas ficaram feridas. A erupção do Tarawera foi classificada por especialistas, como uma das mais violentas em tempos recentes. Mais de 2 Kms cúbicos de lava, e aproximadamente 1.3 kms cúbicos de cinzas, foram ejetados em somente 4 horas. A paisagem de toda a região ficou completamente alterada, bem como os Pink & White Terraces destruídos para sempre. A Cidade de Rotorua que fica a 20 km de distância nada sofreu.

Os Pink e White Terraces eram considerados a oitava maravilha do mundo, e eram como uma escadaria de terraços com cerca de 30 metros de altura, e que formavam piscinas de água quente dentro de cada um. Gêiseres no topo, jorravam água fervente que ia esfriando na medida que descia a escada, e muitas pessoas banhavam-se nesses banheirões. Os terraços eram formados de sílica, que se cristalizava com a evaporação da água, formando bordas brilhosas como mármore polido, e adornadas por estalactites na beirada de cada um. Eram 2 terraços, um a centena de metros do outro. O terraço Branco era maior e mais alto, e o Rosa menor, porém muito mais bonito. Eram descritos como uma das obras mais lindas que a natureza ao longo de milhares de anos criou, e ainda existem fotos originais antigas em preto e branco. Os terraços explodiram junto com a erupção do MT.Tarawera.

Tour ao Vulcão Tarawera: De Rotorua saem tours em veículos 4x4 que levam o eruptado turista até o topo do Tarawera. Lá de cima, além de uma bela vista dos lagos ao redor, pode-se chegar bem na beirada da cratera, e ver com os próprios olhos o estrago que a erupção causou. Alternativamente, pode-se ir de helicóptero, ou em passeios mistos (vai de carro e volta de Helicóptero).

Uma das 10 crateras abertas Rios gigantes de lava

Voltar ao menu de Lugares Incríveis

White Island- Milford Sound - Tongariro National Park - Waimangu Volcanic Valley - Mt Tarawera - Waitmo Caves - Glaciers - Raglan - Rangitoto Island- Eastland.

 

Google Web Portal

 

 

 

 

 | Termos de uso Privacidade | Quem somos | Consultoria | Curriculum Vitae | Anunciar | Contatos |                                     

© Portal Oceania.com - Todos os direitos reservados - É vetada a reprodução de textos e fotos sem autorização.