Desde 2002

Seu Guia para Viajar, Trabalhar, Morar ou Estudar na Nova Zelândia

  Nova Zelândia

Home  Mapa do Site   Anunciar

  English
  Español
Nova Zelândia Cidades Estudar Turismo Trabalhar Onde ficar Vistos Diversos
Tópico: Turismo
  Mapa - Ilha Norte
  Mapa - Ilha Sul
  Os 10 mais
  Roteiros Turísticos
  Guia de Atrações
  Distâncias
  Alugar Carro
  Viajar de Carro
  Viajar de Ônibus
  Viajar de Trem
  Viajar de Avião
  Viajar em Tours
  Dicas de Viagem
  Esquiar na Neve
  Parques Nacionais
  À partir da N.Z
  F.A.Q.

 

 

Link Patrocinado

Passeios Incríveis 
na Nova Zelândia
Waimangu
Volcanic
Valley

  Menu de Lugares Incríveis White Island- Milford Sound - Tongariro National Park - Waimangu Volcanic Valley -  Waitmo Caves - Glaciers  - Raglan - Rangitoto Island- Eastland.

O Waimangu Volcanic Valley tem uma particularidade especial. É o ecossistema mais novo no planeta, sendo o único em que se sabe com precisão quando se formou. O vale fica à uns 25 minutos ao Sul de Rotorua, ou 50 ao Norte de Taupo, na estrada que liga as duas cidades. Existe uma placa indicando onde você deve deixar a rodovia e seguir mais uns 10 km em asfalto até a entrada do parque. Lá, um pequeno complexo serve comida, drinks, e possui banheiros além de uma loja de souvenir que vende artigos para presentes, incluindo uma cópia do jornal de 1886 reportando a erupção do Mt.Tarawera, criador do vale. Lá também vão recolher os NZ$ 25 para entrar, e gasta-se entre 1 e 2 horas a pé em trilha fácil, até chegar na beira do lago Rotomahana. Um ônibus para retornar, está incluído no preço, parando em pontos chaves em horários determinados. 

Waimangu é uma cria da grande erupção do Mt. Tarawera em 1886, tendo sido inteiramente formado quando o lago Rotomahana voou pelos ares. Ou seja, o lago não acabou, só diminuiu 20 vezes, e o restante virou Waimangu. Sete novas crateras criadas pela explosão, formam o vale, e todas estão cheias de água com temperaturas diferentes. Para onde você olhar, e até mesmo nos morros ao redor, fendas na rocha emanam vapor (foto). Um riacho fervente, corta o vale formando pequenas cachoeiras. A vegetação ao redor é única, e teve que se adaptar para viver dentro de um ambiente com altas temperaturas, sendo que algumas espécies correm perigo de extinção. Todas as espécies de vegetação termal que existem na Nova Zelândia estão presentes em Waimangu.

O Fryng Pan Lake (foto) é a maior cratera cheia de água, cuja temperatura varia entre 44 e 56º Celsius. É a maior desse tipo no mundo, tendo entrado numa erupção violenta em 1917, matando mãe e filho em uma casa nas imediações. A água brota do fundo e vaza através de um riacho na proporção de 20 litros por segundo. Nesse riacho quente, uma gama enorme de limo e musgo cresce no fundo, sem dar bola para a temperatura. Depósitos de sílica aparecem sob a forma de mini geysers ao longo do leito. O Frying Pan Lake tem comunicação subterrânea com a Inferno Crater, e quando um aumenta de nível o outro abaixa.

 

 

A Inferno Crater, na verdade foi o maior Gêiser do mundo, chegando a lançar água fervente a 450 metros de altura. De 1900 a 1903 atraía gente de todas as partes, mas em Novembro de 1904 disse que não ia geysar mais e apagou. Desde então, virou um pequeno lago com uma  profundidade de 15 metros, e com uma tonalidade de água de dar inveja a uma piscina de hotel. Depósitos de sílica igualmente circundam a cratera, e ao redor, mais e mais fendas nas bordas emanam vapor. Tanto a Inferno Crater quanto o Frying Pan lake têm um ciclo de 38 dias, ou seja, trocam e invertem a atividade termal. Quando um está mais forte, o outro diminui, quando um tem mais água, o outro tem menos, e quando um explode, o outro assiste. A temperatura da água na Inferno Crater varia entre 35 e  84º Celsius.

Apesar da destruição dos Pink e White Terraces, a natureza não para seu trabalho de construção, e Waimangu já está construindo um novo terraço. Ainda não passa de uns 3 ou 4 degraus, e não existem piscinas fundas, mas já aparece um colorido de sílica brilhosa, encoberta com musgo e limo em várias partes. Algumas tonalidades vermelhas de óxido de ferro já tingem alguns degraus, e no fundo, uma grande fenda expele vapor e água. Ainda vai levar milhares de anos para chegar perto do que eram os Pink e White Terraces, além do que, essa parte do vale não é tão inclinada quanto os extintos terraços. Quem viver verá.

 

 

O Waimangu Volcanic Valley é um lugar de muito interesse para Biólogos, Botânicos, Geologistas e qualquer pessoa que goste de belezas naturais. No final da trilha, e já na beira do lago, a companhia que explora o parque, oferece um tour complementar de barco no novo lago Rotomahana (tem que comprar na entrada). Em muitas partes do tour de barco, muitas atividades termais podem ser vistas pelo vaporizado turista, tendo bem em frente, o criador do parque, o MT. Tarawera, imponente e adormecido, fazendo parte da paisagem. A vista é espetacular.

Mini Geyser, sílica e musgo Riacho de água quente

O final do vale - Lago Rotomahana e o criador, o Vulcão Tarawera



Voltar ao menu de Lugares Incríveis

White Island- Milford Sound - Tongariro National Park - Waimangu Volcanic Valley - Mt Tarawera - Waitmo Caves - Glaciers - Raglan - Rangitoto Island- Eastland.

 

Google Web Portal

 

 

 

 

 | Termos de uso Privacidade | Quem somos | Consultoria | Curriculum Vitae | Anunciar | Contatos |                                     

© Portal Oceania.com - Todos os direitos reservados - É vetada a reprodução de textos e fotos sem autorização.