Desde 2002

Seu Guia para Viajar, Trabalhar, Morar ou Estudar na Nova Zelândia

  Nova Zelândia

Home  Mapa do Site   Anunciar

  English
  Español
Nova Zelândia Cidades Estudar Turismo Trabalhar Onde ficar Vistos Diversos
Tópico: Vistos
  Visto de Turista
  Visto de Estudante
  Visto de Trabalho
  Visto Negado
  Renovar Vistos
  Imigrar para a NZ
  Agentes-Imigração
  Obter Cidadania
  Nível por País
  Ficar Ilegal
  Vistos-Dicas
  Vistos-Links
  Vistos-FAQ

 

 

Link Patrocinado

 Vistos para
a Nova Zelândia
(Página Índice)

Nota Importante: Todas as informações contidas nesse tópico sobre vistos para a Nova Zelândia, servem somente como um guia, e não são informações oficiais, tão pouco garantimos que estão corretas. Para informações oficiais e atualizadas, consulte o website oficial da Imigração ou o site da Embaixada da Nova Zelândia no seu país.Veja na barra de navegação ao lado os diversos tópicos sobre Vistos para a Nova Zelândia.

O Intrépido Capitão James Cook (estátua acima), não precisou de visto para entrar ou ficar na Nova Zelândia, e entrou na marra. Só que levou uma corrida dos Maoris, que urrando, e com a língua para fora, queriam digerir a criatura no jantar. Por isso ele nunca mais voltou. Mas a coisa mudou do século 18 para cá, e para entrar e ficar na Nova Zelândia, é necessário um Visto ou um Permit.

 Visto ou Permit, eis a questão - Visto, Visa, ou qualquer outra coisa que o chamem, serve para ter certeza (ou pelo menos um pouco), de que o candidato a botar os pés em solo Kiwi, tem as condições básicas e intenções adequadas, para entrar no país. Ou seja, o Visto é uma burocracia de pré-seleção a ser feita no país de origem do aplicante, e não em território Kiwi. Ao chegar, o oficial da imigração no aeroporto da NZ, dará ou não, um Permit (permissão) para entrar na Nova Zelândia. Por acordos diplomáticos com outros países, a Nova Zelândia estabeleceu que uns precisam de Visto, e outros países não, dentre eles o Brasil. Antes desse acordo, brasileiro sofria para conseguir qualquer vistinho para a Kiwiland, pois nem embaixada existia no Br, e tudo era feito além mar, ou mais precisamente no Chile. Hoje, para todas pessoas de países que a NZ tenha este acordo, não é mais necessário o visto (salvo certos tipos que ainda precisam), e ao chegar na Nova Zelândia, o oficial vai decidir se deixa entrar ou não. Se o oficial ficar satisfeito que o motivo e as intenções da visita tudo bem.

 A sala da Imigração do Aeroporto de Auckland já foi visitada por muita gente que não conseguiu convencer ao oficial, que tinha dinheiro suficiente para uma alegre visita. Muitos que não conseguiram explicar o que iam fazer em Aotearoa, e por isso  eles foram encaminhados para responder pergunta. Para alguns deles, a porta de saída será a do avião de volta para casa, mas estando tudo em ordem, não há o que temer da imigração. Basicamente é exigido um mínimo de NZ$ 1000 por pessoa por mês que for ficar na NZ, normalmente comprovado através do extrato de uma conta bancária, cartão de crédito, travel cheque, dinheiro em espécie (tipo dolar americano) ou até mesmo de uma carta de responsabilidade financeira assinada por um patrocinador. Tudo o que o oficial da imigração quer, é ter a certeza de que você ficará legalmente e cumprirá a lei dentro da NZ.

 Os tipos de Vistos ou Permits para NZ variam de acordo com cada atividade ou motivo da ida para a Kiwiland. O departamento de imigração tem mudado e aperfeiçoado todo o processo recentemente sobre regras do  visto de turista e visto de estudante de curto prazo, sendo os outros vistos de longo prazo de grande interesse para a própria Nova Zelândia, que está precisando de profissionais para trabalharem em vários setores. Esse fato se reflete nas recentes publicações do departamento de imigração e do trabalho, onde os pontos para se tornar um residente permanente numa Skilled Immigration, nunca estiveram tão baixos. Esse interesse é facilmente notado pela inclusão de listas de prioridades no que diz respeito aos tipos de trabalho que estão em demanda, além da inclusão de mais países na lista recíproca de Working Holiday, o que tem ajudado a suprir a falta de mão de obra no campo e nas fazendas. O turismo nunca esteve tão ativo e com tantas novidades para o visitante, com possibilidades de extensão por até 9 meses. Tudo o que a Nova Zelândia parece querer, é atrair o máximo de pessoas possível, não só para visita-la, como também para ajudar a construir o futuro. 

Veja na barra de navegação no topo dessa página à esquerda, diversos, tópicos sobre cada tipo de Visto ou Permit.

Luizão logo na chegada já foi apresentando suas credenciais ao oficial da Imigração.
Google Web Portal

 

 

 

 

 | Termos de uso Privacidade | Quem somos | Consultoria | Curriculum Vitae | Anunciar | Contatos |                                     

© Portal Oceania.com - Todos os direitos reservados - É vetada a reprodução de textos e fotos sem autorização.