Desde 2002

Seu Guia para Viajar, Trabalhar, Morar ou Estudar na Nova Zelândia

  Nova Zelândia

Home  Mapa do Site   Anunciar

  English
  Español
Nova Zelândia Cidades Estudar Turismo Trabalhar Onde ficar Vistos Diversos
Tópico: Diversos
  Artigos Diversos
  Animais Perigosos
  Cassinos e Loterias
  Clima da N.Zelândia
  Desastres Naturais
  Dicas Gerais
  Dicionário KIWI
  Fauna da N.Z.
  Flora da N.Z.
  Info-úteis
  Jornais Online
  Surf na N.Zelândia

 

 

Link Patrocinado

Dicas para Mulheres
na Nova Zelândia

A trajetória das mulheres na NZ é tão interessante que ajuda muito entender o país atualmente. Elas tiveram um papel histórico no mundo, colocaram a NZ em posição inovadora, como o primeiro país onde as mulheres puderam votar, tanto as Pakehas como Maoris. Isto foi em 1893 e mobilizaram 90.000 mulheres, uma campanha iniciada pela Kate Sheppard, que é homenageada com a imagem da nota de NZ$ 10 (e pensar que só a partir de 1964 os negros puderam votar nos USA).

  Atualmente 50 % da população são mulheres na Nova Zealandia e destas 15 % são Maoris. Aproximadamente 33% do parlamento é formado por mulheres e muitas ocupam posições de comando na sociedade, incluindo  primeira-ministra, a governadora geral, a chefe da justiça etc.

  Uma das razões em que hoje as mulheres da NZ trabalham e ocupam tantos cargos que em geral só homens conseguem chegar na maioria dos países, tem profundas raízes no processo de educação e história do país. Na educação, desde 1870 mulheres frequentavam escolas e tinham direito a estudar em Universidades. Assim se tornaram profissionais e entraram no mercado de trabalho como professoras, médicas, advogadas etc. Para dar um exemplo das consequências disto, em meados do ano de 1880, 700 mulheres que não tinham direito de voto eram as empregadoras de homens que tinham direito de voto.

Depois das grandes guerras mundiais, havia muito trabalho e falta de mão-de-obra e assim muitas mulheres mesmo as casadas começaram a trabalhar. Nos anos seguintes foram disputas em relação à igualdade de salário para mulheres, que em muitas profissoes ainda tem valores difereciados. Hoje em dia, é possível encontrar na NZ mulheres em carreiras de piloto de avião, de helicópteros, cuidando de fazendas sozinhas ou sendo CEO de grandes empresas em praticamente todas as áreas profissionais, sem restrições.

Curiosidade: sobre a  ex-primeira-ministra da NZ: Helen Elizabeth Clark ( nascida em 1950). Ela se tornou primeira-ministra da Nova Zelândia em Dezembro de 1999  e teve  3 mandatos consecutivos. Ela é formada com PHD em Comportamento Político Rural. Com muita energia, ela divide o trabalho de escritório e político com escaladas a montanhas da Nova Zelândia, ao Kilimanjaro, e caminhadas em bosques na NZ.

Comportamento: Na NZ o assédio sexual é seriamente considerado, e a privacidade é muito respeitada. Perguntas em relação a vida privada ou até mesmo de quanto ganham não são bem vindas. Não espere problemas íntimos serem divididos nem mesmo entre os familiares ou entre mulheres, pois existem alguns bloqueios culturais, mas claro que não se pode generalizar.

Curiosidade: Numa empresa só de mulheres, estava escrito bem grande na recepção..."Aqui não existe assédio sexual. Nós classificamos as cantadas de 0 a 10".

Mulheres kiwis são bastante independentes e muitas saem e viajam sozinhas, o que gerou até um mercado enorme de turismo dedicado a facilitar as mulheres a viajar pela Nova Zelândia. Existem empresas especializadas oferecendo serviços de todos os tipos como acomodação, transporte, organização de tours, e é muito fácil de viajar sozinha e sem problemas.

As mulheres casadas na maioria trabalham, não só porque querem, mas porque é muito difícil sustentar uma família com somente uma pessoa do casal trabalhando. O número de mulheres do tipo single mothers (mãe-solteira) tem crescido muito devido aos casamentos não durarem muito. O aborto na NZ é considerado legal. Mulheres lésbicas tem proteção legal contra discriminação sexual e mulheres com situação tipo “de fato” (não casadas oficialmente) têm direito de propriedade e todo reconhecimento legal.

Dentro da cultura Maori, as mulheres ocupam um papel importante e uma influência grande na sociedade através da cultura, língua e sentimentos. Muitas mulheres Maoris tradicionais têm a boca e o queixo tatuados numa expressão de beleza e espiritualidade.

Apesar da NZ ter uma sociedade bastante moderna e de valores conteporâneos, num estudo sobre a violência à mulheres feito em 2004, o resultado foi muito alto de violência doméstica na sociedade kiwi nas atitudes dos parceiros em relação à suas mulheres, chegando a uma taxa de 30% das mulheres entrevistadas. Em comunidades Maoris também mulheres e crianças sofrem muitos problemas de violência familiar, em muitos caso ligados ao consumo de alcoól.

 Beleza e Artefatos femininos

 Voltando ao dia-dia das mulheres, e ao preço que se tem que pagar para continuar a serem lindas e maravilhosas, aí vai a tabela com a média de preços de salão cabelereiro na NZ - (preços variam dependendo do salão e cidade).

Serviços de salão de beleza na NZ

Preços a partir de NZ$

Corte de cabelo

$ 30

Corte e escova

$ 65

Permanente

$ 75

Pintura

$ 80

Foil- luzes 

$ 90 - 110

Manicure

$ 40

Pedicure

$ 50

Massagem 30 min

$ 55

Depilação meia perna

$ 35

Depilação perna inteira

$ 55

Depilação Bikine line

$30

Depilação Brazilian Wax

$ 58

Eletrolize remoção permanente /hora 

$ 75

Laser Depilação permanente

$ 70 -  5 minutos

UPL  Depilação permanente

$ 90 por tratamento

Obs: depilação Brazilian wax quer dizer total.    

Unha: Na NZ tem tudo para fazer a unha sozinha mas o Alicate de unha  Made in Brasil é o melhor e mais barato. ( obs: não traga o alicate na bolsa de mão de viagem porque ele vai ser confiscado).

Maquiagem na NZ tem muita opção e de ótima qualidade além de não serem caros.

Esmaltes de unha são muito caros e vale a pena trazer algum estoque. Mas não exagera para não ter que ser incluida nos crimes alfandegários, né?

Moda não se preocupa muito com isso pois os Kiwis, em geral, não são escravos de moda como no Brasil, abra sua mente e aproveita a cultura local para se inserir no contexto. Cada um usa o que quer.

Cera de depilar se vende em todo supermercado e farmácia e não são muito caras. São daquelas que  tem tirinhas pra puxar (incluído no pacote) e tem daquelas que você puxa a cera mesmo. Preço à partir de NZ$12. Absorventes e O.Bs à partir de NZ $ 5.

Calcinhas e biquini, dá uma olhada na ebay/internet que lá tem muita oferta se você não encontrar os modelos que gosta na sua cidade. Mas calcinhas Bonds tem uns modelos bem bonitinhos.

Anticonceppcionais: São caros e só com receita médica. Assim a dica é trazer estoque por 1 ano (traz a receita do seu medico também) e assim não precisa ficar pagando consulta médica para cada receita. Outra opção quando for ao médico na NZ peça uma receita de pílulas anticoncepcionais para 1 ano. 

A maioria das mulheres na NZ são do tipo fazem sozinhas a maioria dos embelezamentos por causa do preço que esses serviços custam. A não ser que não tenham tempo ou estão numa situação que podem pagar ai vão direto a um salão. O jeito é comprar sua tinta e ferramentas na farmácia e pintar em casa e aprender fazer sua própria unha. O esquema das mulheres na NZ é o de simplificar e economizar ou seja faça você mesmo ou pague (muito) pelo serviço.

Google Web Portal

 

 

 

 

 | Termos de uso Privacidade | Quem somos | Consultoria | Curriculum Vitae | Anunciar | Contatos |                                     

© Portal Oceania.com - Todos os direitos reservados - É vetada a reprodução de textos e fotos sem autorização.