Desde 2002

Seu Guia para Viajar, Trabalhar, Morar ou Estudar na Nova Zelândia

  Nova Zelândia

Home  Mapa do Site   Anunciar

  English
  Español
Nova Zelândia Cidades Estudar Turismo Trabalhar Onde ficar Vistos Diversos
Tópico: Nova Zelândia
  Artes e Cultura
  Bancos da NZ
  Comida na NZ
  Comunicações
  Carros na NZ
  Custo de Vida
  Economia da NZ
  Esportes na NZ
  Governo da NZ
  Hábitos Kiwi
  História da NZ
  Hobbies Kiwi
  Jeito de ser
  Os Europeus
  Os Imigrantes
  Os Maoris
  Padrão de Vida
  Leis da NZ
  Segurança
  Seguros
  Transportes

 

 

Link Patrocinado

Comer fora na 
Nova Zelândia

 Minha amiga não sabia fritar ovo, e ainda por cima conseguia a proeza de queimar água, tendo extrema dificuldade em cortar queijo e não saber fazer nem café instantâneo. É um caso de estudo no campo da gestronomia, onde um buraco negro galático se esconde atrás dos olhos azuis naquilo que ela chama de "celbro", e cuja única solução está em comer na rua. Como ela mesmo diz, "Vai ser fácil depois de aprender ingrêis, aí vou pedir um prato de feijão com arroz sem pobrema".

 Ela não vai ter problemas na Nova Zelândia pois existem zilhões de estabelecimentos de comida. Desde os fast-food americanos, até sofisticados restaurantes, passando por todo o tipo de culinária asiática e de praticamente todos os países. Como em qualquer lugar do mundo, tem estabelecimentos que a comida é boa, e em outros lugares insuportável. Comida não é barata em relação aos salários, a não ser que você ganhe em Euros ou US$, mas se ganhar em Real ou outra moeda mais fraca, vai achar tudo caro demais. Até mesmo os Neo-Zelandeses vêm mudando certos hábitos como o de jantar fora, e reduzindo o lanche na rua, trazendo de casa. Mesmo assim a indústria continua a todo vapor. Tratando-se de fast foods estilo americano, existem 3 ou 4 cadeias diferentes, sendo que o índice Big Mac está em torno de NZ$ 5,10

Nos Take-Aways na NZ de comida pronta, a culinária asiática domina, com pratos e molhos dos mais diferentes possíveis. Muitas pratos que as vezes parecem deliciosos são terríeis, e coisas que parecem uma se mostram ser outra. Muito cuidado com a pimenta, porque já perdi a conta de quantas vezes perguntei se o prato tinha, e se era forte, e o asiático jurou de pé junto que era muito Mild (fraca). A regra é, se falarem que é fraca, é forte, e se falarem que é forte vai virar dragão, e se falarem que não tem pimenta nenhuma, vai arder. Take aways indianos e de outras nacionalidades como Chinês, costumam usar bastante pimenta na culinária, e sempre é bom perguntar sem tem ou não, apesar de não adiantar nada. Esses pratos prontos custam entre 5 e 12 NZ$ dependendo da quantidade e do estabelecimento. Take Aways Japoneses com Sushi e um mundo de outras opções tem aos montes, e são relativamente baratos. Pizzas são terríveis, e só em restaurantes italianos você vai comer uma decente por volta de NZ$ 20. A Domino's Pizza, tem algumas razoáveis por preços bem mais em conta, e se você pedir para entregar em casa, as chances são de 9 em 10 do entregador ser brasileiro. Mexicanos oferecem refeições bem servidas na base de NZ$12 o prato (mais uma vez pergunte pela pimenta). Uma coisa você pode ter certeza, vai levar um bom tempo até se acostumar com a comida, e nunca sentirá tanta falta da Rosinha, aquela que cozinhava na sua casa, e e provável de começar a consultar receitas pela internet.

A maioria dos restaurantes só funciona com reservas(bookings) antecipadas. Num Café, você pode sentar e pedir o prato, mas num Restaurante, não. Se chegar de repente, não vai poder sentar até falar com o garçom, que por sua vez vai ver se tem lugar (e se tem comida). O Restaurante pode estar até vazio, mas talvez aquelas mesas já estejam reservadas. Restaurantes oferecem o máximo possível de comida fresca, e como a população é pequena, eles só compram comida na medida certa para o número de cabeças que reservou. Outro detalhe importante, é o horário. O Kiwi é um ser que janta cedo, entre 6 e 9 da noite, e muitos restaurantes fecham às 10 ou até menos. Você pode encontrar um ou outro fora desse esquema, mas a maioria funciona assim, pois funcionário custa caro, e não adianta ficar aberto para uma meia dúzia de gatos pingados que só vão dar prejuízo. O ideal é reservar com 24 horas de antecedência, mas pode ser feito no dia, desde que antes de chegar. Os cassinos, funcionam 24 horas, e tem excelentes restaurantes por preços bons (NZ$ 33 o buffet). O preço médio de um prato em qualquer restaurante mais transado, é de cerca de NZ$ 20 a 30, e em muitos deles a comida é a La Francesa (uma meia dúzia de coisinhas no prato). As bebidas é que jogam a conta na lua, e um refrigerante de 2 dólares vira 5 num restaurante. Prestem atenção em  particular com o vinho. Existem restaurantes BYO (Bring Your Own), onde você vai comer e pode levar a própria bebida. Alguns deles cobram uma pequena taxa. Gorjetas na Nova Zelândia só são esperadas voluntariamente em reconhecimento a um excelente serviço. Em alguns restaurantes o imposto sobre serviço do governo de 12% (GST) pode ou não pode estar incluido.

Leia mais sobre comida na Nova Zelândia...

Google Web Portal

 

 

 

 

 | Termos de uso Privacidade | Quem somos | Consultoria | Curriculum Vitae | Anunciar | Contatos |                                     

© Portal Oceania.com - Todos os direitos reservados - É vetada a reprodução de textos e fotos sem autorização.