Desde 2002

Seu Guia para Viajar, Trabalhar, Morar ou Estudar na Nova Zelândia

  Nova Zelândia

Home  Mapa do Site   Anunciar

  English
  Español
Nova Zelândia Cidades Estudar Turismo Trabalhar Onde ficar Vistos Diversos
Tópico: Turismo
  Mapa - Ilha Norte
  Mapa - Ilha Sul
  Os 10 mais
  Lugares Incríveis
  Roteiros Turísticos
  Guia de Atrações
  Distâncias
  Alugar Carro
  Viajar de Carro
  Viajar de Ônibus
  Viajar de Avião
  Viajar em Tours
  Dicas de Viagem
  Esquiar na Neve
  Parques Nacionais
  À partir da N.Z
  F.A.Q.

 

 

Link Patrocinado

Viajar a
Nova Zelândia
de Trem

  Viajar de trem na Nova Zelândia é muito bom em certos trechos. Vamos explicar do início...A terra das longas nuvens brancas, tem população pequena que não justifica economicamente linhas de trem de passageiros, salvo algumas para transporte de minério, madeira, e das 40 milhões de ovelhas que sem nenhum constrangimento soltam pum pela Nova Zelandia inteira. Por outro lado, as poucas linhas para passageiros que restaram viraram linhas basicamente turísticas. Quando falo turísticas, me refiro a passeios de trem espetaculares, alguns imperdíveis para quem vai visitar a Nova Zelândia.

Na Ilha do Norte, só existe uma linha, que é o trem que vai de Wellington para Auckland (e vice versa) é chamado Overlander, e leva 12 horas para completar o trajeto passando e parando por várias cidades pequenas pelo caminho. Nessas paradas estão incluindos o Parque Nacional de Tongariro, e cidades de porte medio como Palmerston North e Hamilton. O trem é extremamente confortável, com vagão restaurante, bar, vagão motel (brincadeira), e um outro chamado Observation Carriage, onde o trilhado turista poderá apreciar e tirar fotos de desfiladeiros, gargantas, travessias de rios, vulcões e florestas, isso sem falar das inúmeras ovelhas, o que irá requerer um cartão de memória ainda não inventado para fotografar todas elas. O passagem custa em torno de NZ$ 90 (promocional), ou seja, praticamente o mesmo custo se fizesse o mesmo trajeto de avião.

Na Ilha do Sul também tem poucas linhas, na verdade duas, mas essas duas são capazes de fazer Kiwi voar, tal a beleza dos lugares (se o tempo permitir).

O primeiro trajeto chama-se "Coastal Pacific", e vai de Picton até Christchurch (e vice-versa ). Os assentos são forrados com pele de carneiro, de forma que o ovelhado turista sinta-se como um King ou uma Queen. O serviço de bordo é impecavel, com pratos altamente comíveis (cobrados à parte), além de vinhos estonteantes que dobrarão o número de postes ao longo do percurso. Tudo isso atravessando vales verdejantes, cidades lindas das quais nunca se escutou falar, além da vista espetacular para a cordilheira de montanhas nas proximidades de Kaikoura. Em certos trechos, o trem anda pela beira-mar, quase em cima da praia, o que pode despertar o surfista que existe em cada um de nós (vide foto no topo da página). O trajeto num único sentido por pessoa, custa na promoção cerca de NZ$ 60, com duração de 5 horas que passam voado (salvo se o Luizão estiver à bordo, nesse caso ao final da primeira hora o vinho com certeza já terá acabado). Antes que eu me esqueça, existe um vagão aberto para se tirar fotos (se o seu casaco for bom).

O segundo trajeto é chamado de "TranzAlpine", e como o nome diz, atravessa os Alpes saindo de Christchurch, até a pacata cidade de Greymouth no mar da Tasmania. Essa viagem é tão espetacular que até o Luizão fica contemplativo, e por causa disso foi eleita uma das mais bonitas viagens de trem no mundo. A jornada tem 223 Km, passa por 16 túneis e 5 viadutos, sendo o mais alto com 73 metros de arrepio puro. O trem vai pelas encostas das montanhas, com os picos nevados ao redor, e depois entra num vale, onde embaixo um rio cristalino reflete as tonalidades da paisagem. Uma após a outra, paisagens de fazer Pinguim chorar vão surgindo a cada curva. Nesse trem também existe um vagão aberto para fotos, onde você podera congelar os grandes momentos da viagem bem como da alma. A viagem dura 4 horas e meia mas parece muito menos, a não ser que você viage o tempo todo no vagão de fotos (mas cuidado com a hipotermia) - É isso mesmo, tem que se cuidar no vagão de fotos senão congela, e quando o trem entra nos túneis a temperatura parece que cai uns 1000 graus). Essa viagem é imperdível, só não esqueçe um bom casaco, a camera e se puder suger para o maquinista engatar um outro vagão para os comprar cartões de memória e baterias extras. 

A tranzscenic opera todas as viagens de trem e se quiser comprar online, entre na home page deles. (obs: Não temos nada a ver comercialmente com eles).

O trem vai entrar no túnel! Rápido, fecha o casaco!!!

Google Web Portal

 

 

 

 

 | Termos de uso Privacidade | Quem somos | Consultoria | Curriculum Vitae | Anunciar | Contatos |                                     

© Portal Oceania.com - Todos os direitos reservados - É vetada a reprodução de textos e fotos sem autorização.