Desde 2002

Seu Guia para Viajar, Trabalhar, Morar ou Estudar na Nova Zelândia

  Nova Zelândia

Home  Mapa do Site   Anunciar

  English
  Español
Nova Zelândia Cidades Estudar Turismo Trabalhar Onde ficar Vistos Diversos
Tópico: Turismo
  Mapa - Ilha Norte
  Mapa - Ilha Sul
  Os 10 mais
  Lugares Incríveis
  Roteiros Turísticos
  Guia de Atrações
  Distâncias
  Alugar Carro
  Viajar de Carro
  Viajar de Ônibus
  Viajar de Trem
  Viajar de Avião
  Viajar em Tours
  Esquiar na Neve
  Parques Nacionais
  À partir da N.Z
  F.A.Q.

 

 

Link Patrocinado

 Dicas de Viagem
Nova Zelândia

  A dica de viagem mais importante para a Nova Zelândia, seria a de levar uma máscara contra pum de ovelha. Brincadeira gente, as ovelhas soltam pum, mas não cheira assim não. Isso é intriga da oposição australiana. Mas voltando ao sério, a dica mais importante de todas é de não gastar tempo fazendo o mesmo caminho duas vezes. Se você for viajar a Ilha do Norte, a Ilha do Sul, ou as duas ilhas pense seriamente na hipótese de ir de avião até o destino final, e de lá alugar um carro (muito recomendado), ou viajar de ônibus ou excursão para regressar até Auckland. As minhas sugestões são as seguintes:

  • Na ilha do Norte eu voaria de Auckland até Wellington, e passaria um ou dois dias lá curtindo as atrações da cidade. No dia seguinte, alugaria um carro e subiria devagar via Tongariro National Park (pernoite em Ohakune). Se quiser esquiar (e se for temporada) iria até a estação de esqui de Turoa, ou caso não tenha neve, subiria no teleférico na estação de esqui de Whakapapa, para apreciar a fabulosa paisagem lá de cima, indo dormir em Taupo. Ao acordar, curtiria os atrativos da cidade, como o lago e a Huka Falls, e seguiria para Rotorua, parando para visitar o parque termal de Waimangu, a uns 20 Km antes de Rotorua. Em Rotorua, eu ficaria uns 2 ou 3 dias, curtindo as atrações da cidade e cultura Maori. De Rotorua, eu iria passar o dia nas cavernas de Waitomo e voltaria no mesmo dia para dormir em Rotorua, onde eu ligaria para a operadora de barco em Whakatane, para saber se o passeio do dia seguinte para a White Island será realizado. Caso positivo reservaria. No dia seguinte, saíria umas 6 horas da manhã, para chegar em Whakatane a tempo de pegar o barco. Na volta do passeio, dirigiria até Mt. Maunganui para pernoitar lá. Em Mt. Maunganui, eu iria circundar o morro pelo caminho à beira-mar, e se for disposto ou atleta, subiria até o topo para ver a vista lá de cima. Acabaria o dia nas piscinas e spa termais relaxantes na base do morro. No dia seguinte iria para a Coromandel Península, numa viagem panorâmica pela beira mar, dormindo em Tames, para complementar a saida no dia seguinte até Auckland.

  • Na ilha do Sul eu voaria até Christchurch e de lá compraria um combo de trem Tranzalpino + ônibus até os glaciais E + ônibus no dia seguinte até Queenstown (dormiria em Fox Glacier após visitar o glacial). Em Queenstown, passaria uns 2 ou 3 dias curtindo os inúmeros tours e alugaria um carro para ir até Milford Sound para ver os fiords, dormindo em Te Anau na volta. No dia seguinte, iria para Dunedin, curtiria a tarde na cidade e no dia seguinte saíria para Christchurch. Só que ao invés de ir pela beira-mar, eu iria pela estrada do Canteburry até a cidade de Mt.Cook, e seguiria para dormir e devolver o carro em Christchurch. Em Christchurch tiraria um ou dois dias livres para passear pela cidade e ver suas atrações. Em seguida, iria comprar passagem no trem Tranzcoastal até Picton parando por um dia em Kiakoura para ver baleias, não esquecendo de reservar lugar no trem para o dia seguinte. De Picton pegaria o Ferry boat para Wellington, e seguiria o roteiro acima sobre a ilha do Norte.

Outras dicas de viagem, são em relação ao clima da NZ , que é frio, mas não com temperaturas radicalmente abaixo de zero. De qualquer forma, depedendo da época que você for, vai precisar de mais ou menos casacos. Casacos e roupas de frio desde que não sejam de grifes famosas, não são caros na Nova Zelândia. Outra coisa importante, é que o frio é exacerbado pela perda de calor nas extremidades, sendo assim, luvas, touca, e meias de lã ou térmicas, funciona muito melhor do que botar outro casaco por cima. Leve as roupas de frio num lugar de fácil acesso (jamais no bagageiro do ônibus ou saia para um passeio esquecendo na mala do carro). Uma capa impermeável com capuz é mais recomendada do que guarda-chuva, pois quando chove na NZ, costuma ventar forte e enverga o dito ao avesso.

Ja falamos no tópico de acomodação, mas vai comentar sobre os Motéis que são uma das melhores opções de acomodação na razão custo benefício. São muito limpos, bem arrumados, espaçosos, e completos com tudo que um apartamento tem, incluindo cozinha completa e roupa de cama. Além disso, em geral bem localizados na cidade, é possível estacionar o carro na porta sem muita movimentação com malas ou compras de supermercado. Motéis na NZ não tem conotação de safadeza como no Brasil, e são usados por famílias em férias e viajantes. Se quiser saber mais clique aqui.

Sempre reserve ou confirme os lugares de preferência ligue por telefone, que você ficará hospedado antes de sair para aquela cidade ou para um tour, pois em certas épocas do ano, alguns lugares lotam ou a capacidade do tour está esgotada. Chegar sem reservas pode ser ok fora da temporada, mas na alta não recomendamos de maneira nenhuma (claro que isso aumentará um pouco suas despesas de viagem com cartões telefônicos, mas já dei com os burros n'agua por não ter confirmado antes). Outra coisa, a maiorias dos restaurantes só atendem a pessoas que reservaram com antecedência, ou seja, á necessario telefonar antes para dizer quantas pessoas vão jantar e a que horas. Ao chegar, espera-se na recepção até que um funcionário lhe encaminhe até sua mesa. Chegar e ir sentando por por conta própria, não é educado, além de que provavelmente vão pedir para você se levantar, pois aquela mesa poderá ter sido reservada por outra pessoa. Na Nova Zelândia janta-se cedo (6-7 da noite) e as 10 - 11horas já está quase tudo fechado. Fumar em qualquer lugar que sirva comida é terminantemente proibido na NZ.

Você não precisa andar com seu passaporte, e o melhor é deixá-lo num lugar seguro no hotel para evitar perda. No máximo ande com uma cópia xerox, mas saiba que na NZ ninguém é obrigado a portar nenhum tipo de identidade nas ruas, salvo ser for dirigir ou entrar em boates. No deixe de anotar e guardar num lugar seguro o número do seu cartão de crédito, bem como cuide bem do seu passaporte e bilhete aéreo. Se for dirigir, a sua carteira de habilitação é váliada por alguns meses, de preferência com uma tradução em Inglês oficial numa folha de papel, mas a tradução não é obrigatória. Após 1 ano na NZ se deve ter a carteira local. 

Algumas terras Maoris bem como os Maraes (casas de encontro e orações dos Maoris) são lugares considerados sagrados, e não deve-se entrar sem ser convidado ou autorizado. Caso seja, deve-se demostrar respeito uma vez dentro.

Ônibus e trens e alguns taxis podem levam bicicletas e pode-se comprar uma bicicleta usada barato para se locomover dentro das cidades ou regiões turísticas. Claro que só vale a pena para quem não esta viajando de carro, ou quem vai viajar por muito tempo. Depois vende-se a dita em qualquer loja de segunda mão em qualquer cidade. Existem ótimas ciclovias em praticamente todas as cidades e o uso de um capacete é obrigatório.  Se for viajar de trem, ônibus, ou excursão, lembre-se que horários na Nova Zelândia são cumpridos à risca.

Roubos e assaltos são raros, mas não deixe objetos de valor largados em qualquer lugar ou a mostra dentro do carro. Andar na rua a noite é bastante seguro, exceto em alguns suburbios de grandes cidades na madrugada, onde bêbados e baderneiros podem incomodar. Qualquer coisa chame a polícia, que em nossa opinião é uma das melhores do mundo. Você pode confiar nela.

 Um seguro de saúde (ou de viagem) pelo tempo que for ficar é altamente recomendado, principalmente levando em consideração que médicos e dentista cobram pequena fortuna pelas consultas. Se estiver tomando medicamentos, leve as receitas e remédios em quantidade suficiente para o tempo de permanência, ou terá que se consultar com um médico lá para obter uma "prescription" para comprá-lo na farmácia.

Cartões de Crédito Internacional são aceitos por praticamente todas as máquinas de bancos, bem como por lojas comerciais, locadoras, hotéis, tours, restaurantes, etc. O Visa seguido de Master são mais usados no momento. Você podera trocar dólares americanos por NZ$ e qualquer outra moeda em qualquer banco ou casa de câmbio.Os cheques de viagem além de seguros e práticos, são aceitos em quase todas as lojas e bancos com taxas  favoráveis. Uma outra alternativa interessante em alguns caso e pode inclusive economizar em taxas, seria abrir uma conta num banco da NZ antes de viajar e transferir dinheiro. Isso pode ser o caso de viagens por um período grande. Veja mais sobre bancos nesse link.

No mais, você não poderia escolher um país tão bonito, tao fácil, e tão seguro de viajar como a Nova Zelândia. Por isso, tudo mais o que podemos dizer, e lhe desejamos uma ótima viagem.

Gente, finalmente o Sol saiu. Vamos comemorar!

Google Web Portal

 

 

 

 

 | Termos de uso Privacidade | Quem somos | Consultoria | Curriculum Vitae | Anunciar | Contatos |                                     

© Portal Oceania.com - Todos os direitos reservados - É vetada a reprodução de textos e fotos sem autorização.