Desde 2002

Seu Guia para Viajar, Trabalhar, Morar ou Estudar na Nova Zelândia

  Nova Zelândia

Home  Mapa do Site   Anunciar

  English
  Español
Nova Zelândia Cidades Estudar Turismo Trabalhar Onde ficar Vistos Diversos
Tópico: Trabalhar
  Tipos de Trabalho
  Trabalhar Legal
  Leis Trabalhistas
  Quanto Pagam
  Imposto de Renda
  Em Demanda
  Empregos Online
  Para Estudantes
  Trab-Problemas
  Working Holiday
  Trabalho F.A.Q.

 

 

Link Patrocinado

Curriculum Vitae no estilo da Australia e Nova Zelandia

Conseguir Trabalho
na Nova Zelândia

Apesar de haver demanda em muitas áreas, empregos na Nova Zelandia não estão sobrando, e é preciso uma boa dose de determinação para arranjar um. Por isso prepare-se para ir a luta, e se você quiser ser bem sucedido concentre-se no seu ideal. Também não se intimide em receber muitos "nãos", pois um Kiwi da gema, manda centenas de curriculums, e as vezes a coisa demora a aparecer. É importante não se acomodar junto à pessoas que não querem ou não precisam trabalhar, e partir pra luta por conta própria.  Uma boa ideia é fazer amigos Kiwis e assim aumentar seu network de pessoas que poderiam se interessar por suas habilidades. Um dos grandes erros é mandar somente um CV e ficar esperando pela resposta. A dica é não mandar um, mas vários CVs, por exemplo no mínimo 15 por semana, e não esquecer de voltar a aqueles lugares onde se recebeu um não antes. Kiwis apreciam a dedicação e a insistência. Para aqueles que estão serios em busca de um empregador, visite as empresas, solicite entrevistas ou simplesmente converse com os gerentes. Exponha seu interesse, e deixe seu cartão de visita com suas direções para contato. Um velho ditado diz, "Quem procura acha", e e isso que você deve ter em mente ao procurar emprego na Nova Zelândia. Como eles mesmos dizem..."Never give up".

 A competição de trabalho na Nova Zelândia existe em qualquer setor, mesmo naqueles em demanda, e por isso é necessário se preparar para poder se destacar sobre outros candidatos ao mesmo cargo. Conhecimentos, estudo,  experiência de trabalho na função, e principalmente o nivel de Inglês falado e escrito, vão ser a diferença, entre entrar pela porta da frente, ou entrar pelo cano. Afinal você contrataria na sua empresa uma pessoa que não falasse a sua língua ou que falasse tudo errado?

 Um dos mais importantes fatores para quem vem de fora e trabalhar é o nível de Inglês. Com um bom Inglês, já da para pleitear funções em vários tipos de organizações, mesmo que sem muita experiência. Claro que o salário para não experientes será bem mais baixo, do que especialistas num determinado assunto. Sem Inglês, pode tirar o cavalinho da chuva, que o que resta são trabalhos com salários mais baixos. Nossa primeira recomendação, é que escovem seu Inglês desde agora, mesmo que seja estudando em casa. Lembre-se que falar com sotaque é admissível, mas falar com muitos erros não. A gramática e a conjugação de verbos, nos 3 tempos, devem estar tinindo, e o vocabulário, de preferência enriquecido na área que se deseja trabalhar. E impossível trabalhar numa oficina mecânica por exemplo, sem saber o nome das peças de automóveis, bem como das ferramentas para conserta-lo. Por isso, cursos específicos de Inglês, podem tanto ser feitos em seu país de origem ou na Nova Zelandia, para melhor adaptação do ouvido  assim como para se entender a maneira que é usado em cada pais de língua inglesa. Agora falar " nós vai" ao invés de "nós vamos", poderá ser a diferença entre você ou seu competidor pegar cargo.

 O outro item muito importante na sua busca é ter como ser encontrado pelo seu futuro patrão. Na Nova Zelândia, cerca de 80% do primeiro contato para um emprego é efetuado através do telefone. Nos jornais, a maioria dos empregos anunciados não qualificados ou pertinentes a uma determinada indústria, terão simplesmente um telefone para se contatar, e provavelmente quem responderá a sua ligação, será o próprio patrão. Já entendeu como seu Inglês vai ser importante nessa fase? Vai depender muito dele e na sua habilidade em explicar sua experiência ou intenções pelo telefone. Se essa comunicação for satisfatória para o  empregador, este vai lhe pedir para passar tal dia, tal hora para conversar mais. Nesse dia você deve levar seu CV (Résumé) e para entregar ao patrão/entrevistador. Após isso, você ficara aguardando uma ligação, e por isso ter um telefone de contato, seja ele fixo ou celular é primordial, assim como ter crédito para receber uma mensagem(procure deixar gravada uma mensagem falando em Inglês na secretária do celular). A pontualidade ao comparecer a uma entrevista também conta pontos.

 O seu Curriculum de trabalho suas habilidades, e experiências prévias em uma determinada função, serão determinantes para igualmente derrotar um competidor. Kiwis são muito técnicos, e focados em uma única especialização. Não adianta perguntar a um Kiwi que coloca carpete, sobre assentamento de tábua corrida no chão. Só entendem daquilo, e fazem aquilo de forma tão rápida e tão bem, que o seu queixo vai cair com tal precisão. Se você não tem nenhum tipo de habilidade ou experiência prévia de trabalhos, pense no que poderia colocar no seu curriculum, que você já tenha feito. Se tem boa habilidade de resolver problemas, inclua isso, ou se tem bom senso de humor, gosta de trabalhar com o público, ou tem excelente habilidade manual, encontra-se em excelente forma física capaz de levantar coisas pesadas, coloque isso também. Qualquer coisa positiva que o diferencie de outra pessoa, é um ponto positivo a seu favor. Lembre-se que para muitos trabalhos se tiver nível universitário, pode não ter a mínima importância. O que vai contar mesmo é a experiência profissional ou aquilo que é capaz de fazer.

 Apresentação conta muito, apesar do Kiwi ser em geral informal e ter total liberdade sobre como se vestir ou se apresentar, cabelos verdes, roxos, piercings, tattoos, podem atrapalhar. É muito diferente da forma que muitos Kiwis se vestem ou usam em diversos tipos de trabalho. Além de que algumas empresas e dependendo do tipo de trabalho que estará pleiteando, podem não aceitar e ter regras de vestimenta.. Uma pessoa bem cuidada, bem vestida e com sapatos e principalmente com bons modos, chamará mais atenção da maioria dos empregadores, do que uma outra " largada".  É questão de ter bom senso, e saber qual tipo de roupa seria apropriada para aquela determinada função. Dica: coloque um bandaid se tiver uma tatuagem ou piercing muito visível na hora da sua entrevista. 

 Entrevistas devem ser levadas muito a sério, sendo a sua grande oportunidade de ser contratado e não deve ser desperdiçada. Nesse ponto a educação que  transmitirá ao empregador deve ser impecável. Excuse me, Please, Thank you, May I, Can I, Sorry, e todas essas palavras mágicas que demonstram educação, devem ser usadas e abusadas a seu favor, principalmente se seu competidor for um Kiwi. Procure manter-se sério e concentrado, sem gesticular muito, ou sorrir sem que a situação seja oportuna para tal. Kiwis levam o trabalho que efetuam muito a sério, e esse é o tipo de atitude que vão exigir de voce. Procure não falar muito, a não ser o quanto acha que seu trabalho pode ser útil a aquela empresa, e sobre a sua assiduidade de trabalhar. Limite-se a responder as perguntas feitas com o máximo de sinceridade. Lembre-se da internacional fama Kiwi do "Give it a Go" onde um Kiwi perguntado se sabe pilotar avião, provavelmente responderá que não, mas que "Vai" tentar da melhor forma possível. Essa é o tipo de atitude que vão esperar de você. Dica: treinar em frente ao espelho. 

 Procurar trabalho na NZ poderá ser feito através dos jornais, agências de empregos online, boca a boca, anúncios em vitrines de lojas e em portas de restaurantes, fábricas, etc. É importante saber que nem todos empregos oferecidos estão nos jornais, e que cada tipo de trabalho anuncia sua vaga em publicações especifícas. Médicos, pessoal de TI, Arquitetura, Trabalhos em fazendas, e muitos outros, usam mídias específicas e diferentes. Os jornais às vezes publicam alguma coisa, mas o grosso das ofertas nem sempre estão neles. Abaixo, um resumo de onde encontrar um anúncio para sua situação, mas claro que indicações pessoais sempre aumentarão suas chances .

Qualquer setor de Profissionais de Saúde incluindo Dentistas.
Agências de emprego online especializadas na área de saúde e em órgãos oficiais reguladores (sindicatos) além de websites de empresas . Nota: a quantidade de ofertas nos jornais é irrelevante.
Engenharia, Arquitetura, TI, Biologia, Veterinária, Agricultura, e outras áreas técnicas ou administrativas de nível superior.
Agências de emprego online especializadas na área e website de empresas. Note que a neste setor a quantidade de ofertas nos jornais é um pouco maior, mas nada se compara com as agências de recrutamento especializadas na industria.
Áreas Técnicas, Gerência, Turismo, Indústria, Construção.
Para estes tipos de trabalho o Jornal local passa a ter mais anúncios, mas as agências de emprego online e  especializadas ainda tem uma boa parcela dos empregos oferecidos.
  Áreas Administrativas e Secretariado.
O Jornal tem vários anúncios, mas as agências de emprego especializada retém a maior parcela dos empregos oferecidos.
Área de Hospitalidade - Restaurantes, Cafés, trabalho de Garçon, Chefe de Cozinha, Camareiros, Comércio, etc...
O Jornal tem boa parte dos anúncios, mas anúncios em vitrine de lojas e estabelecimentos comerciais são bastante significativos. Algumas agências especializadas em hospitalidade fornecem boas chances. Bater na porta de estabelecimento e deixar CV, funciona também. 
  Trabalho em fazendas, procure em agências e website especializado ou contato direto com  fazendeiro.
Agências de emprego na NZ online

 Um bom Curriculum Vitae (CV ou Résumé) em Inglês no estilo adotado na Nova Zelândia é muito importante, bem como uma boa carta de apresentação (Cover Letter). As pessoas indicadas como Referências (3) de trabalhos efetuados na Nova Zelândia são fundamentais, e vão ser checadas pelo patrão. Na falta de referências Kiwis, use cartas de seu ex-patrão em seu país de origem traduzida, e cartas de recomendação de pessoas que conhecem você. Note que as Referências não são pessoais, mais sim de pessoas ou empresas que conhecem seu trabalho, e que de preferência sejam da NZ.

Enquanto uma multidão já corria atrás de manhã cedo, Luizão ainda dormia, e dormia e dormia.
Google Web Portal

 

 

 

 

 | Termos de uso Privacidade | Quem somos | Consultoria | Curriculum Vitae | Anunciar | Contatos |                                     

© Portal Oceania.com - Todos os direitos reservados - É vetada a reprodução de textos e fotos sem autorização.